27/02/2012

"A caminho do Verão"



Capitulo 27


O beijo foi...Lento, seguro, apaixonado, de tirar o fôlego, deixar as pernas bambas, tão bom que me deixou nas nuvens, e justamente por isso eu até agora não compreendi o porque eu fiz o que fiz.

O beijo me deixou tão bamba, que eu perdi a noção do que estava fazendo, do tempo e da razão. A única coisa que eu consegui fazer foi sair correndo. Sai correndo, isso mesmo, fugi do Arthur, do Planeta, de tudo.

Eu fiz isso porque não queria me machucar novamente, me apaixonar e quebrar a cara logo em seguida. De forma alguma eu queria admiti que o Arthur mexera comigo como ninguém havia antes.

Eu não posso, não quero, e não vou sentir aquele amor incondicional, aquela paixão sem limites, afinal, já sei que sentir isso só leva ao desespero,a tristeza, e a solidão.

Parei apenas quando percebi que estava perdida. Então, para poder retornar á Porto Alegre,pedi auxilio para uma senhora que encontrava-se sentada no centrinho da cidade. Ela me explicou como chegava a rodoviária da cidade, e eu ao chegar lá apenas mandei um sms para Mel, avisando que um imprevisto surgiu e que eu estava retornando a capital.

Eu consegui evitar encontrar com o Arthur pelos próximo  dias, mas foi inevitável encontra-lo cinco dias depois do evento, quando estávamos, eu e ele, no banco de trás da minha madrasta, apenas separados pela minha bolsa colocada, propositalmente, entre nós.

Continua...

Escrita por : Amanda

8 comentários: