14/02/2012

"A caminho do Verão"


Capitulo 3


Entre as pessoas que entraram estava: uma garota morena, alta muito bonita, tão bonita quanto uma modelo, uma loira que parecia ter saído de um comercial de shampoo, ou do salão de beleza, e por fim dois meninos, um  moreno de corpo muito atlético, e um segundo garoto, também de cabelos escuros, mas mais alto e magro, com um penteado propositalmente bagunçado. Eles pareciam o tipo de grupo popular, a qual todos queriam participar, com roupas chiques, caras e da moda, que frequentavam os lugares mais legais e as melhores festas.  E, obviamente, o tipo de grupinho que jamais falaria comigo, não que eu me importasse.

Quando acabo meu capuccino vejo uma menina entrando no café, ela parecia metida, arrogante, esnobe. Observo-a andar até uma mesa, ela fala algo (que eu não escuto), uma pessoa se levanta, e anda até a porta. A pessoa que se levantara era o menino que eu esbarrei a mala, o dos olhos expressivos.

No caminho percebo que ele me observa, ele sorri ao passar por mim, e por uma fração de segundo penso que ele esta interessado por mim.Fico com vergonha, baixo o olhar para a mesa, e vejo meu reflexo no açucareiro, só então percebo que estava com um bigode de leite (capuccino), fico morrendo de vergonha, limpo-me rapidamente e coro. Quando olho novamente para cima não vejo mais o garoto.

Estava na cara que ele não estava interessado em mim, afinal, as minhas experiências passadas com meninos me provaram que eu e o sexo oposto sempre acabava em desastre. Pensando bem, meu único namoro só aconteceu porque o menino perdeu a aposta, e ao descobrir o motivo do interesse dele por mim acabei o nosso namoro, depois disso sempre fiquei acuada.  

Chegando em casa vejo meu pai no telefone, ele sorri para  mim e fecha a porta do escritório para não ser perturbado, depois disso ando até o meu quarto. Quando estou quase chegando ao meu quarto vejo a minha madrasta, que me abraça e fala: 

"Oi Lua"
"Oi" Falo, abraçando-a de volta.
" Espero que a viagem tenha sido boa. O jantar será servido daqui a algumas horas." Ela me fala, e entra para o escritório dela.

No meu quarto abro a cortina para ver a vista do meu quarto e descubro que...
Abro a cortina pela primeira vez, desde que cheguei, e vejo que uma festa acontecia no prédio ao lado.

Depois disso subo o olhar pelas janelas do prédio da frente, e vejo que a janela em frente a minha estava aberta, nela um menino trocava de roupa, ou melhor de blusa. Observo-o fazer isso, noto seu corpo atlético, ombros largos... Estava distraída quando ele começa a se virar, mas consigo me esconder a tempo para não ser pega observando-o, infelizmente nesse mesmo instante...

Continua...

Escrita por : Amanda

7 comentários: