10/02/2012

"Um amor de novela"


Capítulo 47 da 2ª Temporada.

POV- Lua

Não cumprimentei ele, nem a outra atriz, que chamava-se Nicole. Uma ruiva, gaúcha de cabelos cacheados. Simpática, mas bobinha.

Entro no camarim, tenho meu cabelo feito e maquiagem arrumada. Olho-me no espelho e me espanto, parecia estar fazendo o papel da Roberta novamente. Nos meus últimos trabalhos eu usara o cabelo liso, mas neste estava com ele bem cacheado. A maquiagem era menos preta, mas sentia-me novamente no Rec9.

Saio do camarim e fui me encontrar com os demais atores, entre eles estava o Júlio, grande amigo meu de infância.

POV- Arthur

A Lua passa por nós, sem nos cumprimentar, vejo o ciúme nos olhos dela. Mas, depois de quase uma hora vejo-a de mãos dadas com um ator, o Júlio Gomez. Carioca, moreno, alto e de olhos verdes.

Sabia que eles se conheciam, mas jamais vira eles tão próximos. Estava todo o núcleo principal sentado num sofá, e a Lua no colo desse amigo. Senti-me enjoado com aquela cena. Sairia dália se o diretor não tivesse chegado.

“Bom dia pessoal.” Ele fala sorrindo. “Hoje gravaremos pela primeira vez, Arthur e Lua, vocês como já devem ter visto, gravaram a cena que os personagens de vocês se conhecem. Júlio, você será o melhor amigo e cunhado do Arthur, e irmão da Nicole.”

Olho para Lua, não lembrava que gravaríamos juntos hoje, eu jurava que ao menos naquele dia poderia ficar evitando ela.

POV- Lua

Ótimo, a cena que nossos personagens se conheciam era a mesma que eu e ele nos beijaríamos numa festa.

Quando chega a hora de gravar, fico tensa, sabia que era algo profissional, mas encostar sequer o lábio nele já me dava arrepios. Proclamamos nossas frases, e ele me encosta na parede, como havia sido planejado.

Ele se aproxima de mim, para me beijar, quando o diretor grita “CORTA”.

“Vocês estão muito frios, cadê a paixão que eu vi nos vídeos de vocês?” Ele pergunta. “Eu quero que você ensaiem a cena a sós, enquanto eu auxilio na gravação de outra cena.” Ele fala.

Olho para o Arthur, que me olha. Vamos, quietos, até uma sala de reuniões ensaiar. Sentia como se tivesse tendo um Deja vu.

Na sala, sento-me em cima da mesa e espero ele começar com as falas.


Continua...

Escrita por : Amanda

6 comentários: