04/03/2012

"A caminho do Verão"


Capitulo 35


 (A partir desse capitulo quem narra é o Arthur)

Desde o primeiro dia que eu vi a Lua, percebi que ela era diferente das demais garotas, ela era peculiar. Ao mesmo tempo que era bonita ela também não era vaidosa ou metida, era independente mas desengonçada, inteligente e divertida. Magra, mas não raquítica, gostava de comer, mas não era uma porca.

Depois do nosso primeiro beijo, que eu demorara horas imaginando e planejando como seria, ela fugiu de mim. No nosso segundo beijo quem tomara a iniciativa fora ela. Mas, até então eu achava que o pior de tudo havia sido o pedido de namoro, que ela demorara um tempo para responder. Para o meu profundo desespero, o pior mesmo foi conhecer o pai dela, e os dois irmãos, que me fizeram um enorme interrogatório. Felizmente, no final de tudo, a familia dela me aceitou bem.

Uma vez namorando, passamos quase todos os dias juntos. Saiamos da escola de teatro por volta das 16 horas, epasseávamos, às vezes sozinhos, às vezes acompanhados. Eu apresentei-a aos meus amigos mais antigos epróximo, e à minha familia (minha mãe adorou a Lua, chamou-a para sair com ela, me dava conselhos para que eu não perdesse aquela menina maravilhosa...). Quando fui apresentado ao pai dela, pensei que seria a coisa maisdifícil que eu faria, mas estava errado.

Meu primo carioca estava na cidade com a namorada dele, então desejando apresenta-lo à minha namorada marquei de irmos os quatro num parque. Nesse dia, tudo, tudo mesmo, deu errado.

Continua...

Escrita por : Amanda

7 comentários: