10/03/2012

"A caminho do Verão"


Capitulo 47 



(POV- Lua)

Não imaginava que o Arthur passara por tudo aquilo, mas ficava feliz em saber sobre a vida dele, além de poder dividir com alguém minha historia (coisa que eu só fizera para a Mel e pra Sophia, depois de muita insistência delas, quando acabei o namoro com o Thur).

Eu estava apavorada. Aceitara passar a noite na casa do Arthur, meu namorado, completamente sozinha.. 

Preciso dizer mais alguma coisa? (Detesto quando começo a falar comigo mesma, mas nesse momento ligar pra minha mãe e falar que eu estava a sós com o Thur ano era uma boa idéia, nem ligar pra meus irmãos ou para as meninas...). Eu admito estar, em parte, muito feliz e animada, e que desejava passar a noite com ele, afinal o Thur era meu namorado (como é bom falar isso), e ele era uma das pessoas que eu mais confiava, então não havia problema. Apenas com ele eu me sentia segura.

Na hora do jantar, fui surpreendida pelo o Arthur, que se mostrara um excelente cozinheiro.

 Depois de jantarmos, fomos assistir um filme. Aproveitei a desculpa que estava frio passar o filme inteiro abraçada nele, mas a verdade era que eu queria apenas ficar coladinha nele.

Quando o filme acabou estava na hora de dormir, afinal no dia seguinte teríamos que trabalhar na escola de teatro, e eu tinha aula de atuação às oito e meia da manha.

Mas, na hora de dormir, surgiu algumas questões não planejadas: nos dormiríamos juntos? Eu usaria que roupa para dormir? Iríamos realmentedormir, ou ele planejava algo mais?

Meio sem graça, para não dizer completamente, eu perguntei ao Arthur:

"Thur, com que roupa eu vou dormir?" Falo, sentindo minhas bochechas ficarem mais vermelhas.
Ele me olha, sorri sem graça, e fala:

"Se preferir dormir na sua casa eu compreendo." Ele me responde, já imaginando que eu não queria dormir na casa dele.

"Não! Eu quero dormir com você!" Falo isso, e assim que acabo a frase penso: "Puts, falei de tal forma que mais parece que eu quero outra coisa."

Arthur fica me encarando, meio surpreso, mas, ao mesmo tempo, sorrindo.

Continua...

Escrita por : Amanda

5 comentários: