26/03/2012

"Criminal"

 

Capitulo 5  ''O Roubo e o Beijo.''

POV's Lua

Algumas semanas depois....

Eu ja tinha aprendito tudo, ou quase isso, aprendi a atirar, lutar, e tudo mais. Cada um tem a sua especialidade, a Mel, por exemplo, ela é a cabeça daqui, quando eles vão roubar ou matar alguem por favor, ela é que planeja tudo. O Micael, ele é o valentão, briga, bate e luta super bem, tira tudo alimpo, isso é bom quando quer tirar alguma informação de alguem. O Chay, ele é o melhor atirador deles, pode atirar em você com os olhos vendados. A Sophia, a que seduz, a que tortura, a que mata, sempre é ela que é mandada para matar alguem. E finalmente o Arthur, ele é praticamento todos os ditos anteriores, ja foi para tantos lugares desse mundo, e cada lugar é representado em uma tatuagem, serio quando quer, engraçado quando pode. E eu? Bom, nem sei, minha vida mudou e eu não sei no que eu sou boa. 


─ Oi cachinhos - Sophia disse se sentando ao meu lado, foi ai que percebi que estava na cozinha.- O Arthur mandou te avisar que hoje, você e ele vão a algum lugar la - Ela riu - Assaltar. Acho que é tipo uma loginha de coveniencia, alguma coisa assim.
─ Hoje? - Perguntei - Bom isso ia ter que acontecer mais cedo ou mais tarde né.
─ Pois é. - Sophia sorrio - Tava fazendo o que aqui sozinha?
─ Pensando na vida.  - Falei
─ A claro. - Ela disse - A apenas um mês você era a garota que estava noiva que um idiota, e que odiava a sua vida.
─ E o que eu sou agora? - Perguntei
─ Uma Criminosa em treinamento - Ela sorrio, mas eu não. - Que foi?
─ Nada. - Respondi - Esta noite certo?
─ Isso. - Ela olhou para a geladeira - Vou comer.
─ Assim você vai engordar. - Ela me olhou abrindo a porta da geladeira e me deu lingua - Você só come.


De noite.


Entrei naquela lojinha olhando os produtos, logo depois Arthur entrou e foi para um lado, ele estava de  óculos escuro  e um corro, ja que não podia ser reconhecido, andei ate o caixa, onde tinha um cara ouvindo musica e peguei a arma, joguei uma especie de bolça, nem sei o que era aquilo e coloquei no balcão, feito isso Arthur ja estava no meu lado colocando o dinheiro dentro, e depois saimos de la. 

Chegamos no esconderijo, e todos comemoraram, agora podiamos pagar para o pessoal que nos trazia comida e que arrumou aquele lugar para nos, enquanto todos iam para a cosinha ver quando era que agente tinha consegido, eu fiquei na sala, e liguei a Tv. 

─ Jornal. - Murmurei - Essa hora so passa jornal.
─ Esse são os suspeitos de robarem essa lojinha de coveniencia. - Um reporter falava, nem prestei muita atenção, eta que vi a foto de mim e Arthur - No video, se encontra o Arthur Aguiar, e Lua Blanco, que foi supostamente seguestrada por ele e sua gange. Mas parece que a Lua Blanco largou a vida glamurosa de ser herdeira de uma grande companhia. - Desliguei a Tv, e fui tomar um banho, sai errolada na toalha e entrei no quarto, onde o Arthur estava.
─ Você fez um otimo trabalho hoje Lua - Ele sorrio e foi se aproximando e eu o olhei envergonhada. 
─ Obrigada. - Falei com a voz falha, ele estava perto, muito perto. - Posso me trocar?
─ Claro - E então ele saio do quarto. 

Horas depois....

Eu tava ali encarando a arma, queria guardar-la mas não conseguia, Arthur entrou no quarto e chegou perto.
─ Não vai guarda-la? - Ele sussurou no meu ouvido, me virei e ficamos a centimetros de distancia, e então eu o beijei, por impulso, o beijo começou a ficar nais intenso e eu larguei a arma, ele foi me deitando na cama e foi ai que eu sai do beijo.
─ Não. - Murmurei e sai do quarto.

Continua....

8 comentários: