06/04/2012

Carla Diaz e Bernardo Falcone relembram Páscoas inesquecíveis

 Ag. News Minhas Páscoas sempre foram marcantes, principalmente na minha infância. Como desde pequena sou fascinada por chocolate, meus pais faziam da Páscoa um momento muito único. Na noite anterior, nós três deixávamos cenourinha e água para o coelhinho. Quando acordava era uma festa, em cada canto da casa tinha um ovo de Páscoa diferente e claro que as " marcas" do coelhinho sempre estavam por lá também! Lembro dessas Páscoas até hoje, que alegria eu sentia com tantos ovos deixados pelo coelhinho. 


 Divulgação Na minha infância, eu, meus irmãos e meus primos iámos sempre pra Búzios, e os adultos espalhavam os ovos pelo jardim da casa. E depois "soltavam" as crianças pra corrermos e procurarmos os ovos escondidos. A Páscoa sempre foi uma data bastante celebrada na minha família, sempre passávamos juntos, trocávamos ovos. Aliás, eu sempre guardava o meu no meu armário, porque eu queria que durasse o ano todo. Mas meu pai sempre foi de atacar meu armário durante a madrugada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário