04/05/2012

"Criminal"


Capitulo 9


POV's Micael

Pegamos as coisas e saímos de la o mais rápido possível. Subimos na moto, e damos partida. Trocamos tiros com os policiais, e uma um deles atirou na roda da moto do Arthur, e ele e Lua - que ainda não tem moto - caíram. Nesse momento escuto tiros, olho para trás e vejo a Sophia caindo, na mesma hora parei a moto e sai da mesma, peguei a minha arma e comecei a atirar nos policiais, andei ate a Sophia que estava sangrando muito, levantei ela e a mesma se apoiou em mim.
─ Vai ficar tudo bem. - Falei para ela. Mel e Chay também atiravam nos policiais - muitos deles ja estavam mortos ─ Cade o Arthur e a Lua? 
─ Sumiram - Mel gritou, agente saio de la o mais rápido possível, fomos para um beco. - Sophia você ta bem? 
─ Parece que eu to bem?! - Sophia disse irônica, o tiro tinha pegado no braço direito. 
─ Mel fica aqui e cuida dela. - Pedi - Chay vamos. - Eu e Chay saímos de la, assim que vimos um policial começamos a atirar. 

Horas depois 

A sela fria de uma prisão solitária, tinha sido pego, para proteger os outros. 
─ Droga. - Resmunguei comigo mesmo. 
─ Fica quieto. - Ouvi uma voz atras de mim e me virei. - Você deve ser o meu companheiro de sela. 
─ Oi. - Falei, olhando bem para o cara. - Quem é você?
─ Marcos. - Ele sorrio. - E você deve ser o Micael. Ja vi você muitas vezes, também sei do seu passado.
─ Meu passado? - Perguntei - ninguem sabe do meu passado.
─ Eu fiz parte dele. - Ele murmurou - Mas isso não é muito importante. Ah, eu tenho regras: 1º não fale comigo ate eu falar com você, 2º Se você roncar eu vo bater em você e por ultimo não me faça nenhuma pergunta. - Encarei ele por um tempo, depois me virei e fiquei encarando o guarda, depois de tantos anos, eu fui pego. 
─ Ridículo. - Murmurei para mim mesmo, o guarda rio, nem liguei, so pensava em algum jeito para sair de la. 

POV's Observador.

Micael com todas suas frustrações e um colega de sela que diz saber do seu passado, bom ou ruim? Nenhum dos dois, ele não queria pensar em nada, mas tudo vinha a sua cabeça, o momento, a Sophia, como ele foi corajoso, protegeu Chay e foi preso. Chay também não tirava isso da cabeça, ele prometeu proteger a Sophia para seu amigo, não deixa-la nervosa, nem trai-lo de novo, nesse momento ele estava na sala, esperando algum sinal de vida do Arthur e da Lua, que simplesmente sumiram e também pensando em como arrumar motos novas, ja que eles tiveram que largar as suas la, também pensou no dinheiro, Lua estava com ele. Chay se levantou e foi para o seu quarto, la vio a Mel chorando, por que não estaria chorando? ate ele queria chorar, por vários motivos, um deles é que tudo aquilo lembrou a ele seu passado. Ah, o passado, todos eles tem alguma coisa a esconder, trás lembranças, momentos ruins, uma dor imensa no peito. Dor, sophia sentia isso, seu coração estava doendo, com o Micael preso quem cuidaria dela? Chay? Pode ser, mas ela que o seu amor e não seu amigo. 

Continua..........



4 comentários: