29/05/2012

"Lock and Key"


Capítulo 4


POV- Arthur

Ofereci uma carona para Sophia, já que a mesma estava morando em São Paulo e por isso não tinha carro no Rio. Ela aceitou, e com isso, às cinco da manhã, fui buscá-la.

“Arthur como é possível que você, às cinco da manhã, consegue ficar tão sorridente?”

“Acho que é a adrenalina do momento.“ Expliquei rindo.

Sophia riu, e fomos em direção À Vargem Grande, enfrentando um ENORME congestionamento. Ao finalmente chegarmos ao local, entramos numa enorme fila.

POV- Lua

Quem estava na minha frente era o Micael, conhecido meu de muito tempo, da época da Malhação, Ficamos conversando por um tempo. Não pude evitar notar que ele mudara bastante, perdera a cara de menininho que ele tinha.

Em determinado momento, pouco ante dos testes começarem, a porta se abriu, e dela saiu o Izzetel.
“Pessoal, quero que formem duas filas. Na da direita, quero ver os meninos e na esquerda as meninas.”
O tumulto foi geral quando ele falou aquilo. Todos saíram correndo para formarem as filas. Eu, por sorte, consegui ser uma das primeiras da nova fila. No caminho, porém, esbarrei em alguém. Não sei e nem me interesso saber quem era apenas sei que era um homem e que era musculoso.

POV- Arthur

Depois que o diretor anunciou que seriam formados duas filas, corri para a direita, objetivando ficar o mais para frente possível.

No caminho, esbarrei em uma pessoa. Não vi o rosto, mas reconheci os cachos dourados na hora. Quando fui chamado, depois de duas horas na fila. Pediram que eu me descrevesse, falasse do que eu gostava e não gostava manias e características. Além disso, cantei e atuei.

Estranhei as perguntas, mas respondia a todas.

POV- Lua

Quando minha vez chegou, fizeram várias perguntas. Queriam saber como era minha personalidade, meus gostos, pediram que eu cantasse e atuasse também.

Dessa vez, a resposta para se eu passara ou não para segunda fase não demorou. Porém, essa terceira faze seria mais complicada, pois eu teria que contracenar com outros atores, e possivelmente beijar um.

POV- Arthur

Duas semanas depois do segundo teste, eu me encontrava novamente em frente ao estúdio de gravações, mas dessa vez a fila era muito menor.

Quando entrei na sala, após ser chamado, fui avisado que teria quinze minutos para decorar um pequeno script, e que, em seguida, contracenaria com duas atrizes.

Continua...
Escrita por : Amanda

Um comentário: