17/05/2012

"A Lucíola moderna"



Capítulo 15


Arthur, como se encontrava na serra de madrugada,  teve dificuldades em conseguir um táxi. Por isso, mesmo sem desejar muito, aceitou uma carona de Chay.

“Cara você está bem?” Perguntou-lhe o amigo.

“Estou.” Afirmou Arthur, ansioso para chegar em casa e pegar um táxi para casa da Lua.

“Cara, vou ser honesto com você.” Avisou-lhe Chay. “Se estiver interessado na Lua esqueça-a, pois caso contrário ficará com uma fama horrível. Você não quer prejudicar sua natação, não é?”

“Pode ficar tranquilo, não temos nada. Se um dia tivemos a chance de ter ela aniquilou hoje a noite” Comentou Arthur, olhando a janela do carro.

O resto do caminho foi em silêncio. O nadador inquietava-se, pois o tempo passava e eles não chegavam nunca em casa, para piorar um trânsito atrasou-os ainda mais.

Quando finalmente conseguira pegar um táxi para casa da Lua, e chegar À sua casa, encontro-a como jamais esperara.

Lua, após decepcionar-se com o táxi que aproximava-se de sua casa, e que não era de Arthur, deitou-se no sofá lendo um livro, mas infelizmente adormeceu.

Quando o moreno chegou à residência da cortesã, encontrou a porta da casa destrancada, e ao vê-la adormecida tão passivamente, ficou todo apaixonado.

A imagem dela deitada, com a alça da camisola caindo pelo ombro, era uma cena angelical, pura e doce, completamente diferente da que ele vira naquela noite. A Lua do Arthur era uma anja pura,  que viveria sempre em sua memória.

O nadador carregou sua amada nos braços até o quarto, deitando-a sobre a cama e cobrindo-a com um fino lençol.  Ele então, pegando um travesseiro que estava ao lado dela e desocupado,  foi para sala onde adormeceu.

Na manhã seguinte,Lua acordou em sua cama, estranhando.

“Será que ele não veio e eu fui dormi sem ele?” Questionou-se Lua, duvidando se estivera muito bêbada na noite anterior.

Mas, ao chegar na sala, deparou-se com Arthur adormecido. Com isso, ela....

Continua... 
                                                                                              Escrita por : Amanda

Um comentário: