23/05/2012

"My first love"


Capitulo 5

            
- Na... Na, Nada não – respondi gaguejando, mas com vontade de rir de nervoso.
- Olha bem mocinha, você só tem 11 anos, não quero nem pensar que você esteja se engraçando com ninguém viu? Principalmente amigo meu. Não quero irmã minha namorando antes do tempo – falou ele se sentindo o HOMEM da família.
- Para né Peu, não sou tão tolinha assim, e se você quer conhecer amigas minhas, provavelmente elas vão ter a mesma idade que eu. Ah! E quanto aos seus amigos... – fui interrompida e salva pelo telefone que tocava.

                        - Alô – atendi ainda atordoada.
                        - Oi Luinha, o Peu ta por ai?
                        - Ta sim...
           
- Peu, é o Chay – sai da sala entregando o telefone para meu irmão.

Aproveitei para fugir pro meu quarto tentando da um fim naquela conversa chata, mas não adiantou muito.

- Lua, nós não terminamos de conversar – entrou no meu quarto parecendo um monstro.
- Bom, eu já terminei – falei com certa ironia, admito.
- Sério vai Lua, eu não quero que faça como algumas colegas suas que já estão todas assanhadinhas no colégio. Sei bem que os caras pensam a respeito e não acho nada legal...
  ... E o sermão continuou blá – blá – blá...
- É bom você continuar andando só com a Soph mesmo que a gente realmente conhece e sabe como é, e...
- E nada – o interrompi – interferi nas minhas amizades já é demais, tenho consciência de com quem devo e não devo andar. Minha amizade com a Soph não é porque você a conhece e autoriza, e sim porque a tenho como uma irmã, e com a Mel que é uma pessoa super legal também. Não me incomodo com o que os outros estão pensando ou falando de mim, sei bem o que faço e minha consciência está tranquila.
- E essa Mel, quem é? Ouvi você falando dela aqui em casa algumas vezes, mas não cheguei a conhecer – já falava um pouco mais calmo.
- Ela veio do interior com os pais no meio do ano e está estudando no Elite Way, é bem legal.
- Ah! Ela deve ser a irmã do Arthur então?
- Não sei, sei que ela tem irmão o qual eu não conheci ainda – respondi pouco interessada em saber.
- Hum! O cara é gente boa, ele vem pra festa, e segundo o Chay a irmã dele é bem gatinha – falou com um sorriso torto no rosto.
- Sim Pedro Blanco, a Mel é linda, mas não pra você, merece coisa melhor.

E antes que ele contestasse alguma coisa fui salva pelo Chay mais uma vez, que aguardava ele lá em baixo na sala.

POV Pedro

Sério, não me achem muito chato, mas nunca conseguir controlar meus ciúmes com a Lua. Mexer com a minha baixinha me tira do sério mesmo. Sempre tive uma proteção excessiva em relação a ela, algo inexplicável como diz a minha mãe, é mais forte que eu. Não sei quantos amigos já perdi por conta dela, bastava uma piadinha pra me estressar. Alguns eu consegui entender que não falava por mal, era só provocação mesmo e conseguia manter a amizade, já outros, não quero ver nem pintado de ouro. Amo demais a minha irmã, e está pra nascer o palhaço que vai encostar a mão nela.
* * *

Continua...
Escrita Por : Nana F

Nenhum comentário:

Postar um comentário