31/05/2012

"My first love"


Capitulo 17 e 18


POV Arthur

            Meu Deus! Como demorei pra dormir. E ao entrar no quarto me deparo com o Chay se levantando e me questionando onde estava. Respondi rápido que na cozinha bebendo água e fui logo me deitando pra ele achar que eu estava voltando a dormir e não esticando a conversa.
            Por pouco ele não me pegou com a Lua na cozinha no meio de um beijo, e que beijo. Pra uma garotinha de 12 anos recém completados, que provavelmente não deu mais de dois beijos, se é que já deu, ela se saiu muito bem.  E não é querendo ser o gostosão não, mas eu já beijei muito pra minha idade, e gostei muito do beijo dela. Tomara que ela aceite “devolver” o presente algum dia, afinal senti que ela também gostou. Peguei no sono pensando nela.

            Micael entrou no quarto já fazendo barulho e abrindo as cortinas quando Peu gritou:
            - Caralho!! Vai acordar a casa inteira! – de mal humor como sempre acordava.
            - Só se for, tá todo mundo acordado e as meninas já estão curtindo o sol – respondeu Mica.
            Olhando que já se passava das 10:30, Chay levanta dando uma espiada através da janela.
            - Huumm... Desculpa Thur, desculpa Peu, mas quando essas meninas começarem a sair vocês vão ter muito trabalho viu – falou sorrindo – Elas estão cada dia mais lindas.
- Estou pensando em mandar a Lua pro Marrocos – falou sério puxando uma risada torta pra completar a frase – Lá ela vai ter que andar com aquelas burcas, daí eu me preocupo menos.
Foi à conta pra todos caírem na risada.
- É eu não me incomodo muito com esse lance de ciúmes não – respondi vestindo uma bermuda que o Pedro emprestou – A Mel sempre foi muito na dela, muito tranqüila e é só ter cuidado pra não vir o “gavião” errado – fazendo o sinal das aspas com a mão.
- A Soph tá uma gracinha também hein?! – questionou Mica.
- Mas é como irmã também viu – disse Pedro – manter distancia é sempre bom – falou já saindo do quarto e sendo acompanhado por nós.
- Não está mais aqui quem falou – disse o Mica com as mãos pra cima como se estivesse se rendendo.
Estávamos tomando café quando pela porta dos fundos surgi um anjo de cabelos loiros encaracolados um pouco presos de forma espontânea usando um biquíni roxo com caveiras que contrastavam com o branco da sua pele, e uma saia curtinha dessas de saída de praia. Hum! Uma maravilha.
Ela disse um bom dia a todos com um sorriso lindo estampado no rosto, mas não me encarou diretamente. Fiquei admirando aquela paisagem quando senti um tapa na nuca vindo do Chay...
- Passa ai cara – disse o Chay impaciente.
- O que cara? Tá doido? – perguntei revoltado por ele ter me feito parar de apreciá-la.
- O suco seu lesado – respondeu Chay – Passa o suco pra Lu, parece que tá viajando, perdido no mundo da Lua.
Senti que ela deu risada. Será que o Chay desconfiou de ontem?
Porque eu realmente estava no mundo da Lua. E que Lua!
* * *

Capitulo 18

POV Lua

            Volto pra piscina me acabando de rir. As meninas me questionam o motivo, mas digo apenas que foi apenas pelas piadas do Chay.
            Resolvo cair na água, seria mais fácil pra disfarçar na hora que os meninos chegassem à piscina. Soph e Mel me acompanharam e logo em seguida já avistei os garotos chegando.
            Começamos a inventar brincadeiras, quando o Chay e Arthur caem na água e ficam do outro lado da piscina conversando.

POV Chay

            Cara algo estranho tá rolando entre a Luinha e o Thur. Eu não quero nem pensar na reação do Pedrão caso minha hipótese esteja certa.
            Ontem aquela história da água na cozinha, hoje o cara fica vidrado no corpo da garota, que cá pra nós... Tá locooo! Ela tá ficando uma coisa de linda. Apesar da pouca idade das 3 se eu não as conhecesse e tivesse muito respeito por cada uma eu pagava fácil achando que eram mais velhas. Sério! Eram gatas demais – com todo respeito.
            Daqui pra frente a situação vai ficar difícil viu, é muita emoção pro papai aqui. E a Mel o que era aquilo? Aquela morena me encantou desde o primeiro dia que eu a vi com aquele uniforme da escola ainda procurando pelo Arthur na nossa sala. Chegando agora na piscina vejo as três brincando, é engraçado como são tão crianças e tão maduras ao mesmo tempo. Elas sabem ser lindas!
            Pulo na piscina p esfriar os ânimos e o Thur me acompanha, sabia que ele não ia perder tempo.
            Depois de nadar um pouco encostamos-nos à borda da piscina do lado oposto ao das garotas e começamos a conversar.
            Comentei sobre o encontro da cozinha, mas o Thur desconversou, não iria ser fácil fazê-los assumirem.
            Conversa vai, conversa vem, eu solto umas duas piadas pra Luinha, e o Thur aproveita a deixa:
            - Vem cá! Por que o Mica mesmo sendo amigo do Peu há muito tempo não brinca com a Lua como você hein? – questionou curioso franzindo o cenho.
            - História antiga, mas vou resumir saca só! – comecei a narrar – Eu sempre tive a cara dura e nunca mostrei interesse nenhum pela Lua, pelo contrario quando mais novo o tio Billy vivia brincando que tanta implicância ia acabar em romance.
            - Tá, então o Mica já deu em cima dela? – falou um pouco agitado, parecendo não querer acreditar no que ele mesmo falava.
* * *
Continua...
Escrita por : Nana F

5 comentários: