30/05/2012

"O Amor Existe"


Capitulo 15

 POV. lua
 Eu no quarto com o Arthur ele diz que me ama tenho vontade de dizer também mais as palavras não saem da minha boca ate que quando estou indo embora o clima esquenta entre nós mais eu paro e saio a caminho do corredor penso e tomo uma decisão vou terminar com o Pedro quando encontro-o agente vai para casa chegando lá tento fala mais ele me derrubando no sofá subindo minha blusa até que eu falo:
 (lua) – opa! Vamos parando por aqui
 (Pedro) – mais por que?
 (lua) – por que eu não quero poxa respeita meu espaço
 (Pedro) – ta bom vamos esquecer isso né que tal um filminho umas pizzas refrigerantes e pipoca
 (lua) – ta bom vc procura o filme e eu pesso as pizzas e vou fazer pipoca
 Mais tarde no meio do filme cinto uma mão encostando-se à minha bunda até que eu saio de perto e ele pergunta:
 (Pedro) – que foi?
 (lua) – Pedro já pedi e a ultima vez que falo com vc. Respeita meu espaço que saber e melhor vc ir para sua casa já ta tarde
 (Pedro) – ok vou respeitar seu espaço mais vou avisar uma coisa em minha paciência tem limite em
 (lua) – e a minha já estourou
Pedro vai embora quando eu sento no sofá que da dez minutinho a campainha toca quando eu olho e o Arthur
 (Arthur) – olá alguém que pizza
 (lua) – vc e maluco!
 (Arthur) – sou maluco por vc
 (lua) – bobo eu também estou ficando muito maluca por vc
 (Arthur) – eu sei sou muito irresistível mesmo
 (lua) – nosso esse e convencido
 (Arthur) sou nada
 Quando estou indo pegar copo limpo na cozinha e que abro o armário o Arthur chega perto de mim beijando minha nuca eu me arrepio e ele vai me levando para o sofá eu deito ele deita em cima de mim quando ele tira minha blusa que estou de sutiã a campainha toca:
 (lua) – nossa isso lá são horas
 (Arthur) – né que saco
 Quando abro a porta do de cara com...
Continua...

3 comentários: