01/05/2012

"Simplesmente Rebelde"O fogo da paixão


48ºCapitulo

No Capitulo Anterior:

Pov Roberta
Ele pode até me julgar,mais se ele soubesse o que eu estou passando...acho que ele no máximo entenderia...
E quanto a essa tal de Nanda...bom...a única coisa que eu posso fazer é desejar que ela faça o Diego o homem mais feliz do mundo!Eu amo tanto o Diego que apenas desejo que ele seja muiiito feliz...o meu amor por ele é tanto que se ele estiver feliz com a Nanda,eu tbm vou estar...Se ele tiver um motivo pra sorrir todos os dias,eu tbm vou ter...

Pov Diego
Aquelas ultimas semanas tinham sido as piores...mal descobri que a Roberta estava gravida e logo descubro que a Nanda tbm estava...
Ou era sacanagem do destino ou era algum tipo de brincadeira...só pode...
Eu ainda não consigo acreditar que dormi com a Nanda...eu jurei mil vezes pra mim mesmo que tinha usado a maldita camisinha..mesmo estando bebado,eu estava ao menos ciente do que estava fazendo...
Não consigo acreditar que a Nanda está gravida...não consigo acreditar que tenho que namorar com ela por causa disso...
Ela sabe que eu não gosto dela...mais mesmo assim ela suporta me chamar de amor,e tudo mais...
Eu não consigo nem ao menos pensar nela como namorada...
A Roberta ainda não sai da minha cabeça...sempre que vou me deitar com Nanda penso na Roberta...e até mesmo na cama,a Roberta,era melhor que a Nanda...
A Roberta é marcante,sedutora...
E já a Nanda...é no maximo bonita...Bom...ela era realmente bonita...tinha cabelo loiro,de um tamanho médio,passava dos ombros,mais não era muito longo...e não eram nem lisos,nem,cacheados...não eram lisos como os da Alice...e nem cacheado como os da Roberta...
Ela realmente bonita,tanto de rosto,como de corpo...
Mais mesmo sendo assim eu nunca senti uma atração por ela...os beijos eram sem sentimento,pelo o menos vindos da minha parte,e minhas mãos não tinham a minima vontade de tocar seu corpo,suas coxas,suas pernas...eu ficava neutro...os movimentos eram feitos por ela,sempre...eu nem sequer me mexia direito,não tinha a minima vontade...
Já com a Roberta era diferente...sempre que a olhava sentia que queria te-la...nossos beijos eram excitante,quentes,apaixonados...e minhas mãos não paravam um segundo sequer...e na maioria das vezes ela deixava que eu a conduzisse...guiando nossos movimentos...
Com a Nanda eu faço amor,e com a Roberta eu fazia sexo...era uma coisa mais selvagem,mais prazerosa...com mais sentimento,mais pegada,mais vontade..
Mais amoor...

Continua... 

Um comentário: