14/05/2012

"Simplesmente Rebelde"O fogo da paixão


67ºCapitulo
No Capitulo Anterior:

Pov Diego

Já havia se passado 1 hora e meia que Roberta estava naquela sala sem dar sinal de vida...

Carla,Alice,Pedro e Tomas chegaram...Não demorou muito para sermos em tres quase furando o chão do hospital:eu,Alice e Carla...Enquanto Pedro,Tomas e Brian pareciam neutros sentandos no grande sofá.

Mais alguns minutos demorados se passaram,e eu estava a ponto de entrar naquela sala pra ver o que estava acontecendo...mais todos acharam melhor esperar...

 Já tinha se passado 2 horas e 20 minutos...quando finalmente a médica que atendeu Roberta apareceu...

 

(Diego);Comos elas estão?-Eu disse meio que desesperado.

(Médica):A Lua está bem,mais como ela nasceu prematura,vai ter que ficar alguns dias na encubadora,fora a isso ela nasceu forte e saudável...

(Brian):E a Roberta?Ela tá bem?-Naquele momento já estavam todos ao redor da médica.

(Médica):Bom...a Roberta teve uma eclâmpsia...nós conseguimos conter,mais ela infelismente está em coma...

(Carla):Então ela...

(Médica):Ainda não sabemos...tudo depende da recuperação da Roberta...ela pode acordar em cerca de horas,dias,semanas...quem sabe até meses...

(Alice);E a gente pode ver ela?

(Médica):Infelismente não...ela vai ser medicada,vamos colocar os devidos aparelhos nela...e no momento voces não poderam ve-la...eu sinto muito...agora,eu preciso ir...com licença!-Ela disse disse antes de sumir no corredor.

 

Pov  Diego

Minha única reação foi sentar no sofá,e ficar em estado de choque...Depois que a médica saiu,ficou um silencio mortal na sala...todos estavam de pé...ainda sem acreditar...Carla estava com a mão na boca,como se não acreditasse e Alice não conseguia parar de chorar...Até eu tinha vontade de chorar...estavamos meio que em tranze...só acordamos com o barulho de uma ambulancia do lado de fora que acabara de chegar...

(Carla):Ela vai ficar bem!-Foi só o que Carla sussurrou pra mim assim que sentou ao meu lado...

(Alice):Ela é uma mulher forte...vai sair dessa...-Ela disse tbm sentando...

(Carla):A gente precisa voltar pra casa...deixamos as crianças com uma babá e...

(Diego):Tudo bem...voces podem ir...

(Alice):Tem certeza?Voce não quer que ficamos com voce?

(Diego):Não precisa...eu não vo ficar sozinho...-Eu disse olhando para Brian,pois tinha certeza que ele tbm não sairia daquele hospital.

(Tomas):Então a gente vai...

(Pedro):Mais depois a gente vai voltar...-Ele disse e depois de se despedirem,todos foram embora,exceto eu e Brian.

 

(...)

 

(Brian):A Roberta está passando pelo o que ela mais temia...-Ele disse quebrando o silencio da sala,e a minha única reação foi olhar para ele,para que continuasse falando.-Ela sempre falava pra mim que tinha medo de que esse dia chegasse...de como esse dia ia ser...do que ela ia sentir...do que ela ia ver...-Ele disse de cabeça baixa.

(Diego):Eu nunca conversei com ela sobre isso...fiquei muito afastado dela...esse tempo todo...ela precisava de mim e eu não estava presente...

(Brian):Ela sente sua falta...

(Diego):Ela não quer nada comigo...

(Brian):É aí que voce se engana...a Roberta te ama...

(Diego):Então por que ela está fazendo tudo isso?

(Brian):Acredite...ela está fazendo isso pra proteger quem ela ama...

(Diego):Como assim?

(Brian):Esquece...

(Diego):Impossivel...

(Brian):A única coisa que voce precisa saber é que as vezes precisamos fazer coisas que não queremos pelas pessoas que amamos...-Ele disse,e mais uma vez o silencio tomou conta da sala em que estavamos...

(Diego):Como ela era...sabe...quando pequena...-

(Brian):Eu convivi muito com a Roberta,desde pequena ela gostava de cantar,de mostrar que era independente...

(Diego):E na adolescencia?

(Brian):A Roberta era ativa,sai com os amigos,ia pra festas,se divertia...isso até ela conhecer o Binho...ele mudo a Roberta...ela ficou solitária,triste,fechada...nem comigo ela conversava direito...eu conheci a Roberta de verdade,e voces conheceram a Roberta mascarada,a durona que não tem medo de nada,e que não tem coração...

(Diego):Mais...a Roberta agora volto a ser ela mesma...

(Brian):É...voce fez isso...se não fosse voce...

(Diego):Eu amo a Roberta...

(Brian):Eu sei...e eu torço por voces...

(Diego):E os seus pais...?Moram aqui?

(Brian):Não...

(Diego):Moram fora do Brasil?

(Brian):Tbm não...

(Diego):Então moram aonde?

(Brian):Sabe se lá...aonde as pessoas que morrem moram?

(Diego):Eles morreram...?

(Brian):Quando eu tinha 13 anos...num incendio...apartir desse dia eu fui morar com a Roberta e com a Eva...

(Diego):Eu sinto muito...

(Brian):Tudo bem...eles devem estar num lugar melhor agora...

(Diego):É ruim perder alguem que a gente ama né?

(Brian):Voce tbm perdeu seus pais?

(Diego):Minha mãe,na verdade!Agora eu tenho uma madrasta...

(Brian):Hm...


Narradora Observadora*

E a conversa de Brian e Diego se estendeu até a médica da Roberta chegar novamente a sala...


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário