10/06/2012

"Eu estava feliz e emocionada", diz Lua Blanco sobre a "Balada com os Rebeldes"


Lua Blanco conversou com exclusividade com o Portal PS sobre o incidente que aconteceu durante o Meet&Greet com os Rebeldes, no que foi chamado de "Balada com os Rebeldes", em São Paulo, na noite deste sábado (09). 

Lua foi flagrada chorando num determinado momento, depois que muitos fãs estavam eufóricos e sem poder alcançá-los para passar algum tempo junto com os ídolos. "A princípio a intenção do evento era pra ser uma balada com a nossa presença. Só. Os ingressos foram vendidos pra isso", explica a atriz e cantora.

"Quando viram que todos iam querer foto com a gente e que não seria justo ter apenas a presença sem foto, organizaram essa fila pra todos terem acesso à nós. Como foi de última hora essa mudança, tiveram alguns problemas de organização, até porque tinha muita gente pra atender", prossegue.


Normalmente, em cada show, um grupo de fãs tem acesso ao camarim do grupo e os seis atendem com o maior carinho cada um dos "sortudos". Naquela ocasião, não foi diferente, apesar de muitas mães e até fãs reclamarem de terem ido sem falar com os cantores."Ficamos no local até cada fã presente conseguir tirar foto com a gente. Atendemos todo mundo", conta.

Sobre a situação do grupo ter sido retirado do local, que seria por conta da confusão, Lua rebate: "Não saímos com a intenção de ir embora por causa de tumulto. A gente se retirou umas três vezes pra beber água e os nossos intervalos duraram cerca de cinco minutos cada. Não voltamos por causa de revolta dos pais e sim porque não tínhamos intenção de deixar ninguém sem atendimento e foto. Só não conseguimos dar uma atenção maior porque tinha muita gente. Queríamos que desse tempo pra falar com todos", justifica. 

Lua foi flagrada chorando num determinado momento. Qual teria sido o motivo? "Eu me emocionei com os bilhetinhos que me entregaram e com o carinho que os fãs demonstravam na hora de serem atendidos. Isso me lembra o porquê de eu estar fazendo isso e porque eu amo tanto essa profissão. É tudo por eles. Estava feliz e emocionada", explica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário