01/06/2012

"Lock and Key"


Capítulo 9


POV- Arthur

Foram duas semanas cantando sozinho, em dupla (casais), encenando sozinho, encenando com umas atriz e assim vai. Pode parecer loucura, mas aquilo estava me cansando, Era tensão a toda hora, e, nas raras horas de descanso, eu acabava me sentindo tenso também.

Normalmente, meu intervalo era no mesmo horário que a Lua e a Pérola, essa segunda, por sua vez, parecia cada vez mais próxima de mim.O Bernardo também aproximou-se de mim, assim como o Micael e a Sophia viraram quase que meus irmãos.

Quando dava, almoçávamos todos juntos, dávamos carona uns para os outros e etc.

Eu gostava de ficar com a Pérola, não posso negar, ela parecia perfeita para mim, mas eu não posso negar que algo me dizia que estava errado. Quando dormi com ela pela primeira vez, foi bom, mas faltou algo, não por incompetência dela, mas sim por incompatibilidade.

POV- Lua

Eu me sentia estranha. Durante os momentos que eu contracenava com os atores, o que mais me enervava era o Arthur. Não sei explicar, mas algo nele me deixava irritada.  Ao mesmo tempo, quando conversávamos eu me sentia feliz, parecia que eu conversava com um velho amigo.

Nos almoços que compartilhamos, era impossível não rir das besteiras do Micael. Um dia, eu e a Sophia fomos malhar juntas, e ela comentou que estava decidida a conquistar um ator. Ri dela. A Sophia era uma pessoa incrível, conseguia ser focada no que desejava e bolar um plano para conquistar outra coisa no mesmo momento.

Um dia, pela primeira vez, chamaram eu e o Arthur para cantar e contracenar juntos. As cenas que dividimos, não haviam sido de casais, mas sim apenas de amigos, com vários outros atores juntos.

Me deu medo cantar com ele. Não queria fazer feio, mas o medo era inexplicável, pois cantar era a coisa mais natural para mim. A voz dele, como eu bem suspeitava, era muito bonita, quase tanto quanto seu físico exterior.

A música que cantamos era um dueto. E, na hora, tudo pareceu perfeito, quase esqueci que estava num teste, competindo com várias pessoas. Se eu achava que cantar com ele ia ser uma mistura de sentimentos, beijá-lo foi ainda pior. Eu sabia que ele estava ficando com a Pérola.

POV- Arthur

Quando descobri que a Lua tinha uma banda, decidi pesquisar sobre ela. Vi vídeos deles, e vi ela cantando. Com o jeito atrapalhado e meigo que só ela tinha.

Na hora do beijo, mesmo que esse foi técnico, me senti mal. Desejava tanto encostar meus lábios ao dela novamente, que me senti traindo a Pérola, Para piorar, na mesma sala haviam os outros concorrentes para Diego e Roberta.

Depois do nosso beijo, chegou a vez da Lua beijar outra pessoa. Não vou menti, senti minha barriga dar voltas. Quase vomitei de tanto nojo.


Continua...
Escrita por : Amanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário