06/06/2012

"Lock and Key"


Capítulo 15 e 16


POV- Arthur

No dia 2/10/2010, teve um show da Lótus, banda da Estrela Blanco, irmã da Lua,com participação da Anna. A última fora quem me chamara para ir ao evento, chegando lá, juntamente com o Bruno, fiquei segurando vela para ele, até que Lua chegou.

Ela, a me ver, sorriu. Decidi abandonar o casalzinho e ir falar com ela..

“Oi’ Falei.

“Oi, tudo bem?” Ela perguntou.

“Tudo, e aí, obteve resposta da Record?” Perguntei extremamente curioso.

“Sim, eles ainda estão avaliando as atrizes e etc.” Ela falou rapidamente.

Nesse instante fomos interrompidos. Um cara chegou por trás dela e abraçou-a. Inicialmente ela levou um susto, mas, ao virar-se, abraçou-o de volta e deu-lhe um demorado beijo na bochecha.

“Arthur esse é o André.” Ela falou.

Cumprimentamos-nos. Logo em seguida ele saiu, nos deixando novamente sozinhos, para minha felicidade.

O show começou e ficamos assistindo juntos. Bebemos e rimos por um bom tempo, até que ela olhou-me e falou envergonhada.

“Eu me lembrei de onde nos conhecemos.”

“Eu também.” Falei rindo, talvez até demais por conta da bebida.

“Sério? Ai que vergonha, agora você vai achar que sou uma fresca por ter abandonada a natação por causa do meu cabelo.” Falou ela, fazendo-me rir ainda mais.

“Claro que não.” Falei levantando o rosto dela, puxando-a pelo queixo. Nossos olhos se encontraram, eu fui um pouco para frente. Ia beijá-la, estava decidido, precisava, necessitava.

POV- Lua

Quando cheguei ao show da minha irmã, no espírito das artes, na Cobal do Humaitá, vi várias pessoas que conhecia, mas o Arthur foi o primeiro a vir falar comigo. Após o show começar, ficamos bebendo e conversando juntos. Em determinado momento decidi contar a ele que eu lembrara como nos conhecemos.
Ele respondeu que já havia lembrado também.

“Sério? Ai que vergonha, agora você vai achar que sou uma fresca por ter abandonada a natação por causa do meu cabelo.” Falei.

“Claro que não.” Ele falou, levantando meu rosto até que nossos olhos se encontraram.

Ele aproximou-se de mim, parecia que ia me beijar, e, se fizesse isso, eu retribuiria ao beijo.

Capítulo 16

POV- Lua

Se o Arthur ia ou não beijar-me jamais saberei. Anna chegou, nos interrompendo bem nesse momento.
“Lua preciso do seu celular é urgente” Ela falou, e ao olhar-me (eu estava a ponto de matá-la) acrescentou “Eu interrompi alguma coisa?”

“Não claro que não.” Falou o Arthur, com a mesma cara calma e sorridente de sempre. “Parabéns pelo show.” Ele acrescentou.

“Obrigada.” Anna respondeu.

Quando minha irmã partiu, Arthur falou:

“Então, você ficou envergonhada pelo seu cabelo? E eu aqui temendo que você voltasse a me zoar, como fazia na adolescência.” Ele me falou.

POV- Arthur

“Então, você ficou envergonhada pelo seu cabelo? E eu aqui temendo que você voltasse a me zoar, como fazia na adolescência.” Falei, torcendo para que ela não tivesse percebido que eu estava prestes a beijá-la.
Lua apenas riu, não respondeu nada.  Quando o show já havia acabado, mas todos estavam conversando ainda, Lua foi até a irmã avisar que iria para casa. Eu então ouvi Anna pedir que Lua fosse de táxi para casa, já que Anna voltaria num horário pior para encontrar táxis disponíveis.

Lua aceitou, e eu aproveitei para ser gentil com ela.

‘Lua, quer carona?”Ofereci.

“Ammm, não precisa eu pego um táxi.” Ela falou.

“Eu insisto” eu disse, segurando a mão dela.

Após conseguir convencer ela de ir comigo, entramos no meu carro e seguimos para casa dela. Ela me explicou no caminho que a residência não era dela, mas sim do avô. Como a casa dela estava em reforma, ele convidou-a para ficar lá.

Eu esperei-a entrar em casa. Fiquei esperando que ela apagasse a luz. Eu simplesmente não queria deixá-la. Quando estava prestes a ligar o motor do carro, ouvi um grito.

Esse grito viera da Lua, não era um grito de frescura, mas sim de pavor. Segundos depois, com lágrimas nos olhos, vi Lua correndo de volta para frente da casa. Sai do carro, precisava saber o que ocorrera, e nesse instante descobri.

Continua...
Escrita por : Amanda

4 comentários: