14/06/2012

"My first love"


Capitulo 55 e 56


POV Arthur

            Sentia um peso no meu braço tentei me mexer, e ao abrir os olhos uma ponta de luz entrava pela fresta da cortina mal fechada e eu começava a me lembrar. Minha pequena se mexeu virando pro outro lado, mas ainda por cima do meu braço e eu aproveitei pra me virar também ficando de conchinha com ela. Eu devia está sonhando! Abracei-a pela cintura, dei um beijo no seu cabelo e continuei viajando naquilo tudo.
            Ao lembrar-me da aflição que ela estava com aquele cara cheio de mão em cima dela, ela chorando, me arrependia de não tê-lo deixado uma marca naquele rosto cínico, mas oportunidades viram. Agora eu quero aproveitar e curtir o momento, antes que o guarda costa chegue pra me matar de vez.
            Ao dar um beijo no rosto da Lua, sinto que ela desperta com um sorriso lindo.
            - Bom dia minha pequena!
            - Bom dia Thur! – falou se virando pra mim e fazendo carinho no meu rosto – Obrigada por ontem você... – calei-a encostando meu dedo em seus lábios.
            - Shiiu! Esquece! Não lembra mais desse cara – pedi com um sorriso no rosto e dei um selinho nela.
            Ela me puxou pela nuca e iniciamos um beijão, era como se não existisse mais tempo pra gente, era intenso, parecíamos querer descontar todo o tempo perdido que passamos separados, nossas línguas travavam uma guerra, suas mãos deslizavam da minha nuca, descendo minhas costas por cima da blusa ainda, enquanto as minhas percorriam a lateral daquele corpo lindo, nos aproximando cada vez mais, segurei-a pelo quadril aproximando-a ainda mais quando então ela partiu nosso beijo e se levantou.
            - Desculpa! Eu não queria me aproveitar de você e não quero que pense que... – Foi a vez dela me interromper com um selinho.
            Ela se levantou pra trancar a porta e voltou pra cama, onde eu estava ainda quase deitado apoiado em um dos braços. Voltou pra cama vindo pra cima de mim...
            - Cala a boca e me beija – não acreditei no que ouvia, sorri malicioso e puxei pra mais perto a virando e ficando por cima.
            - Seu desejo é uma ordem – comecei a beijar aquela boca linda e gostosa e sentia as mãos dela tentando tirar minha blusa – Assim você acaba comigo pequena!
            Ela não tinha experiência, mas sabia muito bem o que queria. Livrei-me da minha blusa partindo o nosso beijo, e reparei nos olhos dela que ela viajava no meu abdome. Soltei um risinho malicioso e agradeci a Deus por todos aqueles anos de academia, valeram só de ver aquela carinha de boba me encarando paralisada.
* * *

Capitulo 56

POV Arthur

            - Que foi? Não gostou? – perguntei irônico, sussurrando no ouvido dela.
            - A – DO – REI!  - ela respondeu pausadamente no meu ouvido e ainda deu uma mordidinha no meu pescoço.
            Aiii! Não resisti, agarrei-a novamente mordendo aqueles lábios lindos enfurecidamente. Aquela garota sabe me deixar louco. Minhas mãos passeavam no seu corpo, na sua barriga, suas coxas, eu tava a ponto de explodir, mais um pouco e não me responsabilizo pelos meus atos. Sentia que ela também gostava, pois me puxava cada vez mais, passava a mão pelo meu peitoral, arranhava minhas costas, apertava minha bunda, isso mesmo, ela apertava minha bunda. Aonde essa menina aprendeu isso meu Deus!? Não tava me agüentando mais. Sentia meu sangue já se concentrava em determinadas regiões do meu corpo e ao encostar nossas intimidades a senti soltando uma risadinha.
            - Já ta assim? – ela sussurrou no meu ouvido.
            - Pra você ver o que é capaz de fazer comigo – respondi me acalmando e saindo de cima dela caindo deitado na cama e olhando pro teto ofegante.
            Ela sentou-se do meu lado, e percebi que olhava cada pedacinho do meu corpo como se tivesse descobrindo aquilo tudo, inclusive pro volume formado na minha calça.
            - Epa! – falei virando o rosto dela de frente pro meu – não quero apressar as coisas, tudo tem seu tempo, vamos com calma, seu irmão ta ai no quarto ao lado, não quero fazer nada com pressa. Não com você – e dei um selinho demorado.
            - Mas eu quero! Quero você! – ela respondeu com carinha de cachorrinho abandonado vindo pra cima de mim novamente.
            - Espera! Olha como você me deixou, vamos com calma, te garanto que vai ser melhor! – tentei explicar pra ela, que não parecia nada satisfeita, procurei minha blusa e falei novamente – destranca a porta e deita aqui comigo vem!
            Ela assim fez não muito satisfeita.
            - Se eu soubesse que você iria me dispensar por ser virgem eu tinha deixado o Matheus “à vontade” ontem – falou fazendo as aspas com os dedos e andando pra destrancar a porta.
            - Lua não repeti isso – levantei maluco com aquele comentário dela, a segurava pelo rosto encarando-a – Me promete que não vai mais nem pensar nisso, por favor!
            - Não é verdade? Você acabou de me dispensar agora! – ela falava triste com os olhos cheios de lagrimas.
            - Eu não te dispensei pequena! Nunca faria isso.
            - Mas já fez! Me trocou por aquela Barbie da praia – ela me interrompeu.
            - Eu não era apaixonado por você ainda, hoje é diferente! Promete que não vai mais repeti isso? – eu tentava convence-la de qualquer forma, ela não podia pensar assim – Promete vai!
            - Apaixonado por mim?! – um sorriso começava a surgir.
* * *
Continua..
Escrita por : Nana F

12 comentários:

  1. Posta mais pfv!!

    Adoroo a sua web e perfeita!

    ResponderExcluir
  2. ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  3. tenta postar mais por dia é tão legal que da vontade de dormi para chegar o outro dia mais rapido kk

    ResponderExcluir
  4. Querem mais?? Acho que mais tarde role alguma coisa! @NanaFLuAr

    ResponderExcluir
  5. posta mais por favor!!!!!!!! tenta postar um ainda hoje please!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Nana eu quase morri de ri "apertava minha bunda,isso mesmo,ela apertava minha bunda. Aonde essa menina aprendeu isso meu Deus" KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, NUNCA RI TANTO NA MINHA VIDA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa web me fez ir da gargalhada as lagrimas só em escrever... imagino q pra vcs n será tão diferente

      Excluir