27/06/2012

"My first love"


Capitulo 89 e 90


            Ele demorou um pouco pra responder, o que me deixou um pouco aflita.
            - Ok, você venceu – ele falava levantava os braços como quem se rende.
            - Então agora vou indo... Tenho que terminar de arrumar minhas coisas – falei já me afastando – Avise a Mel que depois eu ligo pra ela.
            - Ei, você vai sair assim? Nem um abraço eu vou ganhar? – ele falava com carinha de cachorro que caiu da mudança – Eu não vou conseguir sobreviver a isso.
            - Arthur, quanto drama. A gente vai sobreviver sim – voltei e me aproximei dele – Pelo menos eu acho – a intensão era falar apenas pra mim, mas ele escutou.
            - Escutei, e fico nervoso com isso – ele me puxou me abraçando forte e depois deu um beijinho em minha testa – Espero que esteja tomando a decisão certa.
            - Agora eu vou indo – sai e nem olhei pra trás, ou seria capaz de abandonar essa minha proposta e agarrá-lo.
            Cheguei a minha casa arrasada, subi pro meu quarto ignorando todos que estavam na sala. Apesar de ter sido uma decisão tomada por mim, tinha receio de que não desse certo. Eu estava arriscando perder a pessoa que eu mais desejava, a pessoa que eu mais amava, e logo comecei a chorar. Não demorou muito e Pedro entrou no meu quarto.
            - Lu o que aconteceu?
            - Não foi nada de grave – fui seca, me segurei pra não ser tão grossa, afinal ele era o grande causador de toda aquela situação, mesmo que sem intensão, e além do mais era o meu irmão que eu tanto amava.
            - Foi o Arthur? O que ele fez? Você estava na casa da Mel fazendo trabalho, deve ter acontecido alguma coisa – ele falava meio que desesperado.
            - Ele não fez nada, eu que pedi um tempo – falei e ele me observava com a cara de assustado, com certeza ele não esperava ouvir isso.
            - Sério? Mas por que isso agora? – ele ficou receoso, acho que no fundo sabia que a culpa era dele.
            - Achei melhor, ele vai viajar com a gente, mas vamos como amigos e no final das férias agente resolve o que faz – falei e ele nem questionou nada. Apenas consentiu e me deixou no quarto.
            Aquela foi uma noite nada boa, mas em fim, fiz o que julgava certo, só esperava não me arrepender de tudo isso.
* * *

Capitulo 90

            Chegou o tão esperado dia da viagem. Chay e mica tinham chegado do Rio de Janeiro e também iriam com a gente. Seria com certeza a viagem dos sonhos se eu e o Arthur não estivéssemos “separados”. E como eu já imaginava o simples fato de não estarmos juntos como namorados deixava o clima mais leve e descontraído, e aquele sorriso que eu tanto amava se mantinha no rosto do Arthur.
            Mesmo estando sem o Arthur a viagem estava sendo divertida. Tirando uns três ataques de ciúmes que ele teve durante uma festa que fomos porque os garotos me viam sozinha e vinham conversar comigo. Ele estava me saindo pior que o Pedro, mas eu gostava. Acabei tendo que me render aos seus beijos naquele dia (que sacrifício esse meu), pois foi a única forma de fazer acalma-lo. Ele queria tirar satisfação com todo mundo que me olhava. Mas ficamos somente nos beijinhos mesmo.
            No outro dia foi incrível. Passamos a tarde na praia, voltamos pra casa assistimos um filme. Trocas de olhares e carinhos por todos os lados, pois além de estarmos entre os três queridos casais, ele nunca deixou de ser carinhoso comigo.
            Os casais tiveram a ideia de sair pra comerem alguma coisa na rua. Meus pais estavam na casa do meu tio que era ao lado da nossa, e eu resolvi que não iria, aleguei está cansada, pois o dia na praia me deixava exausta e pra completar eu ainda estava de short e com a parte de cima do biquíni. Falei que tudo o que eu queria era banho e cama, ao subir pro quarto fiquei lembrando as crises de ciúmes do Arthur ontem, me acabando de rir sozinha.
            Enquanto isso na sala, Arthur também resolveu continuar assistindo TV. Segundo ele ser vela de três casais, sozinho, não rolava. Chay saiu seguindo os outros e não perdeu a oportunidade de fazer uma piada mandando Arthur ter cuidado e juízo.
            - Incomoda tanto a você ser vela? – perguntei com ironia.
            - Não tinha ido tomar banho? – ele me questionava levantando do sofá e se aproximando de mim.
            - Voltei pra buscar uma toalha aqui no quarto de baixo, a minha está encharcada porque eu deixei...
             Fui interrompida pelo toque dos seus lábios nos meus. Um beijo! Um beijo maravilhoso, cheio de carinho, de saudade, de amor! Nossas línguas bailavam em total sincronia. Ele me abraçava pela cintura, passando a outra mão pelas minhas costas enquanto eu o segurava pelo pescoço, passando meus dedos entre os seus cabelos, querendo aprofundar ainda mais o beijo.
            Quando já estávamos sem ar ele separa nosso beijo com selinhos aproximando nossas testas, e falou ainda acariciando minhas costas.
            - Que saudade de ficar assim com você! Essa sua proposta tá me deixando maluco.
            - A gente não devia ter feito isso, mas já que fizemos eu quero mais – falei com a respiração cortada ainda pela falta de ar e o puxei novamente dando um selinho demorado.
            Ele logo abriu a boca dando espaço pras nossas línguas se encontrarem novamente. Foi andando na direção da escada comigo de costas, me conduzindo sem separar nosso beijo.
            - Vamos subir alguém pode chegar – ele sussurrou no meu ouvido e eu não fiz oposição nenhuma e logo o puxei. Subimos e entramos no meu quarto e ele foi logo me agarrando novamente. Andamos grudados até a minha cama e a sensação de frio na barriga tomava conta de mim. Mas dessa vez eu prometi a mim mesma que não pararia. Deixaria rolar até o fim.
* * *
Continua..

14 comentários:

  1. Muitooooooooooooooooooooooooo bommmmmmmmm!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh Nana f. vc quer nos deixar loucos (A) ! amo sua web brigada por postar !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1111

    ResponderExcluir
  3. Maiisssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss




    Muiiitooooooooooooooooooooooo Boaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  4. posta mais por favor se não vou entra em depressão ansiosa aqui posta maisssssss

    ResponderExcluir
  5. maissssssssssssssssssssssssssssssssssssssss por favor !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

    ResponderExcluir
  6. posta mais mais mais mais mais mais,muito anciosa para saber o que vai acontecer....=D

    ResponderExcluir
  7. vc que me matar e???posta mais++++++++++++++++++++++++
    POR FAVOR SO MAIS 1

    ResponderExcluir
  8. Posta mais como disse a cecilia estou entrando em depreção acho bom não demorar

    ResponderExcluir
  9. porra posta maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais

    ResponderExcluir
  10. AAAAAA meu deus muito bom !!!!!! posta mais por favor!!!!!1

    ResponderExcluir
  11. Ai meu Deus... com tanta gente morrendo e em depressão acho que vou parar. Não quero virar assassina! kkkkkkkkk

    ResponderExcluir