08/06/2012

"My first love"


Capitulo 39 e 40


            - LUA! – escutei a voz do Arthur furioso e me afastei de vez do Matheus entrando. Não esperava essa reação dele.
            - Toma mais cuidado, poderia ser o Pedro – falou com um semblante que ia do triste ao furioso e seguiu voltando pra festa me deixando sozinha.
            - Thur, espera! – não resistir – Desculpa, foi por impulso – falei quase chorando.
            Como eu era bobinha, não conseguia nem me “vingar” direito. Mas é porque vê-lo daquele jeito, cheio de raiva nos olhos não era bom, não queria que ele se sentisse assim. Arrependi-me do que fiz.
            - Relaxa! – ele falou me abraçando – um dia você vai me entender.
            Como era bom sentir aquele abraço denovo, e sentia que lagrimas rolavam no meu rosto. Poderia ficar ali por um bom tempo, mas Peu viu a cena e veio com tudo pra cima de mim e do Arthur.
            - O que está acontecendo aqui? – falou aflito – Lua porque você ta chorando? – segurava meus dois ombros me encarando, suplicando por uma resposta.
            - Fala alguma coisa! – Peu continuava me olhando e depois encarou Arthur – Thur, o que aconteceu?
            - Não sei! – Arthur se defendeu e também não me entregou – Já a encontrei assim.
            - Foi aquele idiota? – ele perguntava se referindo ao Matheus e eu só chorava – Pelo amor de Deus, fala Lua!
            Só conseguir abrir minha boca pra falar uma coisa.
            - Desculpa!
            Peu me abraçou e me acabei de chorar. Pra mim a festa se acabava naquele momento, ainda bem que não tinha mais muita gente. Mel e Soph me acompanharam até o quarto. Eu avisei que não queria conversar naquele momento e pedi pra ficar sozinha, ela me entederam.
            Não sei se era certo o que eu sentia. Dor por não ter mais o Arthur, dor por brigar com o Pedro, arrependimento de ter beijado o Matheus só por vingança. Mas vingança de quem mesmo? Como eu era burra, quem mais saiu machucada dessa história fui eu mesma.
* * *
Capitulo 40

            Adormeci chorando e acordei logo cedo com minha mãe entrando no meu quarto.
            - Filha, o que ta acontecendo com você? – ela me perguntou após me da um beijo de bom dia.
            - Oi mãe, não é nada, apenas uma tristeza aqui dentro – falei com meus olhos cheios de lagrimas apontando pro meu peito.
            - Minha linda, há algum tempo eu venho reparando que você está diferente, mais tristonha. Você não era assim – ela falou com aquela voz doce e calma – E esses sintomas só me deixam preocupada com você minha filha.
            - Você sabe direitinho quando não estou bem né? – respondi ainda chorosa, mas com um sorriso querendo surgir.
            - Lua – falou passando as mãos nos meus cabelos – Você está gostando de alguém?
            - O que? Não mãe! – falei assustada sem acreditar naquilo que ouvia.
            - Filha, isso é normal meu amor principalmente na sua idade – ela falava com um sorriso no rosto me deixando confusa.
            Abracei minha mãe e nem precisei falar nada, ela sempre me entendeu com um simples olhar.
            - Quer conversar comigo, falar quem é? – ela me perguntou.
            Neguei com a cabeça baixa, estava com vergonha de encará-la. Por mais que eu soubesse que ele iria me apoiar não queria assumir que ainda gostava do Arthur nem pra mim mesma.
            - Tudo bem, mas quando quiser desabafar vou está aqui! – ela me falou já se levantando – Agora levanta dessa cama e vem aproveitar a piscina, os meninos já estão lá – falou já saindo do quarto.
            Como assim os meninos? Corri e fui olhar da janela, nem acreditava, lá estavam os quatro, Peu, Chay, Arthur e Mica. Tudo o que eu não precisava era encarar isso, não hoje.
* * *
Continua..
Escrita por : Nana F

4 comentários:

  1. ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++ olha mt boa queria q visitassem meu blog esse ai:
    http://webs-luar-310120.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir