27/06/2012

"My first love"



Capitulo 91 e 92


            Estava completamente fora de mim naquele instante. O simples fato de imaginar ele saindo solteiro com o resto do pessoal me fazia quere-lo ainda mais. Queria só pra mim, ele era somente meu, e seria agora.
            Ainda em pé ao lado da cama comecei logo tirando a camiseta dele, e ver aquele tanquinho sarado levemente bronzeado do sol de mais cedo me deixou maluca. Esquecer onde eu estava, e que a qualquer momento alguém poderia chegar em casa, era a única coisa que eu tentava fazer. E como estava nervosa tratei logo de abrir o botão da bermuda dele que logo caiu o deixando apenas com uma cueca boxer branca. PIREI!!!
            - Tá com pressa hoje hein? – ele questionava entre nossos beijos com um sorrisinho malicioso.
            - Eu quero você! E é agora! – falei com a respiração um pouco cortada. A boca dele a essa altura passeava entre meu pescoço e meu colo e suas mãos passeavam nas minhas costas.
            Ele logo desabotoou meu short e me deitou na cama, terminando de tira-lo e deitou por cima de mim. Como isso era bom, sentir o corpo dele tão próximo ao meu, pele com pele, com pouquíssimo tecido pra atrapalhar. Ele continuou me beijando loucamente. Não controlava mais o movimento da minha língua era como se ela tivesse vida própria. Fui descendo meus beijos pelo pescoço dele, orelha, ombros e sentia que ele me pressionava ainda mais com o seu quadril, reduzindo um pouco o peso sobre o meu corpo e foi descendo seus beijos, aproximando seus lábios da parte de cima do meu biquíni. Nem me lembro como ele se desfez daquele pequeno pedaço de pano. Minha cabeça ia de morta de vergonha a morta de desejo em segundos. A respiração começou a falhar ao sentir sua boca se aproximando daquela região.
            - Arthurrr... – suspirei num quase gemido.
            - Quer que eu pare? – ele me questionava sem se afastar daquela área, apenas levantando o olhar na direção do meu rosto e me encarando.
            Segurei a cabeça dele mantendo-o naquele lugar e falei enfurecida.
            - Você não é louco de parar agora.
            Ele riu e continuou descendo os beijos pela minha barriga, eu sentia uma sensação estranha, um tremor no meu corpo, uma umidade nas minhas pernas, um calor por dentro que eu não sabia explicar.
            - Lua, você está em casa filha?
* * *

Capitulo 92

            Não, eu não estava escutando isso agora. Arthur ficou vermelho e com os olhos arregalados, a respiração ofegante, mas não conseguia se mexer.
            - É minha mãe – falei quase sussurrando. Ele se jogo do meu lado na cama, saindo de cima de mim e passando a mão pelo rosto como se não acreditasse no que estava acontecendo.
            - E agora? – ele sussurrou sem me encarar.
            - Fica aqui – falei me levantando, vestindo minha roupa e mandando-o entrar no banheiro do quarto.
            - Lu? Filhaaa? – ouvi a voz se aproximando. Corri e abri a porta do quarto antes.
            - Oi mãe! – minha cara não estava das melhores.
            - Filha, seu irmão disse que você tinha ficado em casa pra tomar banho e dormir e você ainda está assim? – ela me olhava sem entender, afinal eu ainda estava com o biquíni que achei jogado no chão do quarto. Provavelmente Pedro passou na casa do meu tio antes pra avisar meus pais, pois o Arthur também tinha ficado comigo em casa.
            - Ai mãe, estava tão cansada que acabei pegando no sono antes de tomar banho, ainda bem que me acordou – acho que ela não desconfiava de nada.
            - E o Arthur? Pedro falou que ele também tinha ficado em casa – bingo! Peu e o bocão dele.
            - Não sei! Quando subi ele estava assistindo televisão – falei como se não tivesse visto depois que fui pro quarto.
            - Engraçado, ele não está lá embaixo, e acho que também não está no quarto – falou apontando pro quarto dos meninos que estava escuro e com a porta aberta.
            - Estranho, vai ver ele foi dar uma volta, ainda não ficamos muito a vontade nós dois sozinhos depois que terminamos – fiz um charminho.
            - Ok filha, agora vai logo tomar o seu banho que eu já vou dormir. Daqui a pouco seu irmão deve está chegando, ele disse que não demorava. Peça para não fazerem barulho aqui em cima, por favor.
            - Certo! Boa noite – falei entrando no quarto novamente.
            Arthur saia do banheiro ainda de cueca.
            - Você está me saindo uma bela atriz hein?! – ele falava com ironia sorrindo e cruzando os braços se apoiando no batente da porta.
            Não me aguentei dei um selinho demorado e passei entrando no banheiro.
            - Vou descer! – ele falou procurando e já vestindo sua bermuda.
            - Nem pensar, meu pai ainda não subiu e minha mãe acha que você não está em casa – falei sussurrando – Vou tomar um banho rápido e já te ajudo a sair daqui.
            - Falou a experiente no assunto! – ele sorria.
            - Fica aqui que eu já volto – falei e entrei no banheiro.
            Tomei um banho rápido, apesar de querer ficar ali a noite inteira lembrando tudo o que tinha acontecido. Sai vestindo um roupão.
            - Droga! Eu me esqueci de pegar uma roupa – falei comigo mesma e sair do banheiro usando aquele roupão curtinho e vi que ele me encarava de cima a baixo.
* * *
Continua...

11 comentários:

  1. haaaaaaaaaaaaaaaaaaaa maaaaaaaaaaaaaaaaaaais

    ResponderExcluir
  2. AAAAAA posta mais por favor!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. posta mais,e faz a primeira vez deles logo
    POR FAVOR

    ResponderExcluir
  4. aaaaaa vc quer q eu morra de curiosidade né? ai meu pai morrendo aki em casa. posta maais pfv antes q eu tenha um ataque :)

    ResponderExcluir
  5. Não faz a primeira vez agora não tem que ser uma coisa especial em um capitulo só de preferencia antes que eu morra

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Do jeito que vcs andam morrendo vou terminar a web sem nenhum leitor kkkkkkk primeira vez deles? Acho cedo ainda... beijos @NanaFLuAr

    ResponderExcluir