04/07/2012

Matéria da Semana: Os bastidores de "Rebelde"


Esqueça os boatos sobre falta de afinidade e rivalidade entre os seus integrantes.O Famosidades passou um dia na companhia de Sophia Abraão, Micael Borges, Chay Suede, Mel Fronckowiak, Arthur Aguiar e Lua Blanco, protagonistas do remake brasileiro de “Rebelde”, e pôde constatar o clima de parceria entre os atores.
Se no elenco o clima é de alegria, o mesmo não se pode dizer da audiência da novela da Record. A trama atual fez os índices despencarem. A produção, que ficava acima dos dois dígitos no ano passado, tem dado média de 5,5 pontos no Ibope. Para tentar estancar a fuga de telespectadores, a emissora mudou o horário de exibição na semana passada. E passou a concorrer diretamente com "Carrossel", do SBT, às 20h30.
Os números não atrapalham os trabalhos do elenco. “Nunca comentaram nada sobre audiência com a gente. Nem antes, nem agora. O diretor só nos pede para dar o melhor em cena. Esse é o nosso papel”, afirmou Mel ao Famosidades.

Oficialmente, a emissora informa que a novela atende a todas as expectativas do canal e que ainda não há uma posição sobre uma continuação do projeto. É bom ressaltar que os seis integrantes têm um contrato longo com a Record e aprovam uma nova temporada.
Até segunda ordem, a novela termina em dezembro. O elenco ainda não tem conhecimento sobre uma terceira temporada. “Ninguém falou nada com a gente sobre essa hipótese. Eu soube disso pela imprensa. Se rolar vai ser ótimo”, comentou Arthur.
Os Rebeldes ainda não fazem planos para quando a novela acabar. “É provável que a gente continue um tempo juntos. Mesmo com o fim da trama, a banda ainda tem uma sobrevida. Não paramos para conversar sobre isso”, disse Lua.
Todo o bate papo com o elenco de "Rebelde" você acompanha nas próximas páginas. Desde os romances, as críticas e a emoção de se apresentar ao vivo.
Wallace Carvalho

Reprodução/Instagram
Era uma quarta-feira (13 de junho), por volta das 13h, quando o elenco começou a chegar nos estúdios do RecNov, no Rio de Janeiro, para mais uma dia gravação. No roteiro, estavam previstas cenas no cenário da escola Elite Way para as estrelas da produção.
Nem o atraso nos trabalhos daquele dia tirou o bom humor dos artistas. O grupo aproveitou para descansar, decorar o texto e dar entrevistas.
“Com o tempo fomos nos acostumando com esse tipo de coisa. TV é muito imprevisível. O importante é no final ficar tudo perfeito”, comentou Aguiar ao Famosidades.
Enquanto falava sobre seu trabalho no folhetim, o bonitão era constantemente interrompido pelos colegas que seguiam do camarim para o estúdio e vice-versa. “Esse clima de descontração é super importante para o nosso trabalho no palco. Acredito que não fluiria tão bem se nossa amizade não fosse de verdade”, afirmou.
A novela está no ar mais ou menos um ano e meio. No entanto, os Rebeldes convivem juntos há mais de dois anos. “Antes de começarmos a gravar a novela fizemos uma oficina com o Roberto Bomtempo. Foram meses de aulas, ensaios e muita diversão nas horas vagas”, revelou Borges. 
Wallace Carvalho

Os seis protagonistas passaram por testes antes de serem escalados para os papéis. “Foi um mês de muita ansiedade. Fiz uns dois ou três testes. Era teste para o personagem, para o par romântico... Até teste de biquíni eu fiz”, confessou Mel.
Reprodução/Twitter
Natural do Rio Grande do Sul, a gaúcha conversou com o Famosidades enquanto fazia a unha do pé na sala de maquiagem.
Morando sozinha no Rio de Janeiro, a atriz quase não vê os pais e adotou os novos amigos como seus irmãos. “Costumo dizer que a minha família hoje são eles. Passamos a semana inteira juntos dentro do estúdio. E por conta dos shows, o final de semana também”, contou.
Mel desmentiu os rumores de que não seja tão próxima do restante da turma. Com 24 anos, a integrante mais experiente da banda assume que uma vez ou outra rola um estresse.
“É coisa normal de quem convive muito. Igual briga de irmão. Nem todos os dias você acorda bem. Com a convivência, você passa a perceber certos detalhes que podem fazer a diferença, sabe? Sei quem acorda de mau humor quando levanta cedo, essas coisas”, explicou.
Solteira, a morena afirma não ter tempo para procurar um namorado. “Estou totalmente focada na minha carreira. Se aparecer alguém será ótimo para me fazer companhia nos dias frios”, brincou.
Mel deu a dica para quem quiser conquistar seu coração. “Não faço questão de beleza. Tem que ser honesto, companheiro e me fazer rir”, avisou.
Montagem Famosidades
Clima de azaração é o que não falta entre os novos astros adolescentes do país. Lua e Arthur namoraram durante seis meses. O ex-casal evita falar sobre o antigo relacionamento e não comenta o fim do romance. No entanto, a loira garante que profissionalmente nada mudou entre ela e o ex.
“Quando nós começamos sabíamos que poderia não dar certo. Desde o começo, tivemos ciência de que independente do rumo que as coisas fossem tomar, nada poderia abalar nosso trabalho na novela. E foi o que aconteceu”, afirmou.
A atriz negou os boatos de que estaria namorando o ator Diego Montez, filho do apresentador Wagner Montes. “Não sei de onde surgiu essa história. Ele é apenas meu amigo”, desconversou.
Por sua vez, Aguiar não quis comentar sobre seu suposto romance com a atriz Alice Wegmann. “Vamos falar só da novela?”, pediu.
Arquivo Famosidades
Firme e forte
Se Lua e Arthur passaram a trocar beijos ardentes apenas na ficção, o namoro de Sophie e Micael na vida real vai de vento em popa. O ator se derrete todo ao falar da amada.
“Temos uma sintonia muito forte. Ela é encantadora. Não tinha como não me envolver”, assumiu.
O ator não quis contar há quanto tempo eles estão juntos: “Se eu te disser que não faço ideia de quando a gente começou a namorar, você acreditaria?”.
Para Sophia, trabalhar com o namorado tem lá suas vantagens. “Estudamos o texto juntos, estamos sempre inteirados sobre os assuntos do outro e nos fazemos companhia quando estamos longe de casa”, entregou
Reprodução/Twitter
Substituição no coração
Antes de namorar Micael, a loira viveu um rápido romance com Chay. O moreno garante não ter rolado nenhuma saia justa com o amigo.
“As coisas aconteceram tão naturalmente que não chegamos nem a conversar sobre isso. Não precisou sentarmos os três e falar: ‘E aí? Como vai ser?”, revelou o intérprete de Pedro.
Micael garante que a história com Sophia não abalou sua amizade com o capixaba. “Somos muito amigos. Por conta disso, não vejo motivos para sentir ciúmes dele com ela. A história deles acabou de uma forma bem bacana. E foi por isso que eu investi nela”, ressaltou.
Bastante reservado, Suede também não gosta de comentar sobre sua vida amorosa. O ator desconversou quando o assunto foi seu affair com a cantora Manu Gavassi. Mas confessou que sempre tira um tempo para namorar.
“É claro que eu beijo na boca, conheço pessoas. Sou um adolescente como outro qualquer. Trabalho, mas tenho meus dias de folga e quando estou de folga vou curtir minha vida”, contou.
Reprodução
Críticas
Em breve, eles entrarão em estúdio para gravar um novo álbum e em setembro lançam um novo DVD. Nenhum deles esperavam fazer tanto sucesso. Nem na TV, nem nos palcos. “A gente ficava na expectativa se iria dar certo ou não”, disse Arthur.

Antes mesmo da estreia, a novela recebeu um chuva de críticas dos fãs da versão mexicana. “As pessoas odiavam a gente antes de conhecer nosso trabalho. A direção sempre procurou nos deixar à vontade, não fez nenhum tipo de pressão sobre repetir a repercussão do RBD original. Queriam apenas que fizéssemos nosso trabalho bem feito e todos nós focamos nisso. O sucesso seria consequência”, contou Sophia.
Para Suede, a primeira apresentação do grupo cantando ao vivo, na final do “Ídolos 2011”, foi equivocada. “Não estávamos preparados para aquilo. Quem planejou aquela apresentação deveria ter analisado melhor as coisas. Tínhamos muito pouco tempo de ensaio. Deu no que deu”, desabafou (Assista ao vídeo no Facebook do Famosidades).
As críticas em torno da apresentação serviram para eles consertarem alguns erros. “Foi difícil ver a imprensa metendo o pau na gente. Mas aprendemos muito com aquele episódio e mostramos todo nosso potencial na estreia do nosso show”, contou Arthur.
Wallace Carvalho
Emoções
Lua Blanco não esquece o momento em que as cortinas de uma casa de shows do Rio Grande do Sul foram abertas e uma multidão a esperava entrar no palco.
“Não tem como explicar a sensação de ver milhares de pessoas gritando seu nome e cantando sua música”, disse.
Micael, que fazia parte do grupo Melanina Carioca, afirma que a sintonia com os fãs dos Rebeldes é diferente de tudo que ele já presenciou.
“É uma vibração tão forte. Uma coisa muito louca, muito absurda. Eu fico arrepiado só de lembrar”, afirmou.
Para ele, o show mais marcante até hoje foi o primeiro realizado no Rio de Janeiro. “Quando eu vi minha família e meus amigos na plateia eu queria chorar”, assumiu.
Com quase um ano na estrada, Sophia sente até hoje um frio na barriga antes de entrar no palco: “É uma sensação muito gostosa. No início, eu queria que o show acabasse logo. Agora, eu já consigo me divertir e curto muito mais a apresentação”.
Reprodução/Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário