26/07/2012

"My first love"


Capitulo 176 e 177


            Fiquei muda, e acho que minha tensão foi o suficiente, para ficarmos ali mais um pouco nos beijando e ele logo foi parando.
            - Acho melhor hoje a gente tomar um banho, ir comer alguma coisa e dormir um pouco – tinha certeza que ele só fez isso por meu nervosismo.
            Concordei, me levantando e indo até o banheiro. Eu estava vestindo apenas a calcinha do biquíni.
            - Deixa eu tomar banho com você? – ele me pediu de dentro do quarto ainda – Prometo que eu não faço nada.
            Voltei até a porta entre o banheiro e o quarto e olhei-o assustada.
            - Eu estou de sunga, você de calcinha, nada demais – ele já se levantava vindo em minha direção – Assim a gente termina mais rápido.
            Concordei e realmente nosso banho foi rápido, nada além de alguns beijinhos, risadas e mão boba. Mas era tão bom ficar colada nele que já nem me incomodava.
            Ao terminarmos, sair primeiro do chuveiro, e fui logo pro quarto procurar uma roupa enquanto ele ainda enrolava debaixo do chuveiro segundo ele agora gelado. Fomos fazer alguma coisa pra comer e acabamos em simples sanduiches mesmo. O cansaço era demais pra ter que cozinhar ainda.
            A madrugada passou rapidamente enquanto dormíamos abraçados. Ele e sua superproteção me deixando presa por entre seus braços.

POV Arthur

            Que dia maluco, mas ainda bem que tudo terminou como eu esperava. Durante o dia nós aproveitamos a praia como bobos novamente. O tempo poderia parar naquele instante. Tanta felicidade só me trazia uma preocupação. A de que ela levasse a sério o lance da proposta e realmente não quisesse mais nada depois de sábado. Eu tinha que provar pra ela, que isso era besteira, e que nossa vida tem que ser juntos. Mas não queria pressioná-la.
            À noite falei com ela que queria sair, ela logo me pergunta se seria pra alguma festa, visto que na época de férias tínhamos baladas quase todos os dias na praia. Mas eu logo disse que não. Balada me daria muito trabalho de conter os olhos dos gaviões por perto e, além disso, eu queria algo mais romântico.
            Sugeri que fossemos jantar fora, ela logo concordou, apenas alegando que não fosse nada muito sofisticado, devido não ter trago roupas adequada pra isso. Logo brinquei falando que ela poderia ir de qualquer jeito e ainda assim estaria linda, mas concordei em algo mais simples.
            Fomos a um restaurante italiano na orla mesmo. Minha pequena estava arrasando em um vestido preto que a deixou deliciosamente linda. Ao fazer esse comentário ela reclamou ficando sem graça e ainda mais linda. Eu adorava ela desse jeito.
            O lugar era agradável, jantamos, tomamos um vinho, nada que passasse dos nossos limites. Resolvemos voltar pra casa, e ainda dentro do carro Lua começou com beijos em meu pescoço e mão boba passeando em minhas pernas.
            - Acho que tem alguém animada demais aqui – falei dando risadas.
            Era engraçado vê-la daquela forma tão desinibida. Pra quem fica corada com apenas um elogio mais picante, ela estava bem soltinha.
            - E eu acho que tem alguém se animando com isso – ela falou pousando sua mão sobre meu membro que começava a querer dar sinal de vida.
            - Lua, assim eu vou bater o carro – falei realmente assustado com ela agora.
            - Ok! Espero a gente chegar em casa – ela parou de passar a mão em mim ficando apenas com os beijinhos.
            Ao entrar em casa ela já desabotoava minha camisa que nem uma maluca, ela não estava normal. Nós subimos logo em direção ao quarto e tive a certeza de que de hoje não passaria, só que pra isso eu tinha que tirar a duvida.
            - Ei, tá mais animada hoje, ou foi o vinho que te deixou assim? – falei em tom de brincadeira pra não quebrar o clima.
            - Pra quem bebeu aquilo tudo durante o final de semana não se explica ficar alegre com duas taças de vinho – ela falava entre beijos e arranhões em meu corpo – Digamos que isso seja carência acumulada por cinco anos.
            Comecei a rir, ela estava muito engraçada. Se não fosse o mesmo brilho dos olhos ao me encarar e a mesma leveza ao me acariciar eu diria que estava alterada mesmo com duas taças de vinho.
            - Carência acumulada é? – perguntei sendo ousado e beijando o pescoço desabotoando o vestido dela – Eu acho que posso resolver esse seu probleminha então.
            - Pode não, você deve! – ela foi decidida na sua resposta, me ajudando a me livrar daquela peça de roupa a deixando só com uma calcinha minúscula, por que tinha que ser tão pequena hein?
            - E eu devo fazer como? – perguntei já deitando ela sobre a cama e beijando aqueles seios maravilhosos e a fazendo suspirar.
            - Ai quem vai ter que me ensinar é você! – eu nem acreditei no que eu ouvi, era tudo o que eu mais queria.
            - Terei o maior prazer em fazer isso.
* * *
Capitulo 177

            Comecei a beijar todo o corpo dela, queria que a sua primeira vez fosse perfeita, no mínimo inesquecível. Após distribuir beijos e mordidas no seu pescoço, seios, barriga, comecei a brincar com o elástico da calcinha dela. Pude perceber mesmo com aquela peça, que ela já estava com a intimidade úmida, e não perdi tempo em aproximar meus lábios no interior das suas coxas a fazendo sussurrar meu nome e puxar meus cabelos. Após tirar aquela ultima peça de roupa dela, subo novamente e selo nossos lábios mais uma vez.
            - Eu preciso de você agora – ela falava separando nossos lábios aos poucos.
            Não demorei nada, retirei minha boxer, andei até a minha calça atrás de minha carteira, onde apanhei uma camisinha existente ali, e voltei a deitar por cima da minha pequena. Após colocar a proteção e está pronta pra consumarmos nosso amor, sussurro no ouvido dela.
            - Eu te quero mais que tudo – falei e ela puxou meu cabelo novamente e vem em busca dos meus lábios desesperadamente – Se sentir alguma dor me avise.
            - ANDA LOGO ARTHUR! – ela falou já alterada pelo prazer gerado pela proximidade dos nossos corpos devidamente despidos.
            Comecei a penetra-la e pude ver no seu rosto um semblante de dor. Fiz menção de parar e ela me olhou furiosa. Então resolvi seguir de forma lenta. Pouco depois ela já sorria com aquilo tudo, nossos corpos suados, declarações sem nexo, gemidos, tudo estava presente naquele momento, no nosso momento!
            Ao perceber que a Lua se aproximava do seu ápice, aumentei a velocidade das investidas e esse momento não tardou a chegar. Não demorou muito e foi a minha vez. Não me lembro de ter sentido prazer igual em minha vida. A Lua era a melhor em todos os sentidos. Um misto de menina e mulher inacreditável, que apesar da inexperiência sabia me deixar maluco.
            Após recuperar o folego levantei indo até o banheiro me livrar da camisinha e voltei deitando do lado dela começando a beija-la novamente. Dessa vez beijos curtos, com carinho. Depois de declararmos todo nosso amor um ao outro adormecemos abraçados.

POV Lua

            Dia incrível, jantar incrível, noite maravilhosa. Sim, minha primeira vez foi maravilhosa! Certo que doeu um pouco não vou negar, mas o Arthur foi a pessoa mais carinhosa e paciente comigo. Ele é o homem que escolhi pra mim, o homem que eu amo, o homem que me ensinou o que é amar, o homem que me fez mulher, o homem que eu queria do meu lado por toda minha vida.
            Ao acordar na manha seguinte, e ver os nossos corpos nus entrelaçados, me deixou com a alegria de me lembrar dos momentos da noite anterior, e a tristeza de lembrar que aquele era o ultimo dia do nosso acordo. Não queria mais levar esse acordo a sério, e prometi pra mim mesma que se ele tocasse no assunto falaria a verdade.
            O problema é que ele parecia já conformado com aquilo tudo, não demonstrava nervosismo, ansiedade ou nada parecido em relação a esse assunto. Assim que ele acordou tentei parecer tranquila, mas ele também estava diferente.

POV Arthur

            Acordei após nossa noite maravilhosa com mais certeza ainda de que ninguém me faria feliz nessa vida. Ela me pareceu tensa, mas desconversou e eu não quis insistir em nada. Queria apenas falar pra ela que não teria mais acordo nenhum e que não aceitava nada menos do que ela ao meu lado pelo resto da minha vida. Mas de certa forma isso poderia fazer com que esse sonho acabasse antes do combinado. Ainda teria o dia de hoje inteiro pra ser feliz.
            Durante o dia ficamos em casa namorando, nada de praia. Certo que o namoro era um pouco mais quente dessa vez, mas não chegamos aos finalmente. A noite decidimos pedir uma pizza para nem sairmos de casa. Antes de fazer o pedido ela sobe pra tomar um banho. Eu também precisava me acalmar de alguma forma. Aquela angustia de que estava chegando ao fim meu tempo com ela estava me sufocando, resolvi ir tomar banho também no outro quarto.
            Só em imaginar que amanhã eu não estaria mais aqui com ela, não a teria nos meus braços novamente, uma vontade de chorar tomou conta de mim, e não suportei reprimir aquilo. Desabei-me chorando, não entendia o que acontecia comigo, nunca fui emotivo, as vezes que me lembro de ter chorado depois de adulto foram unicamente por conta dela, por conta da minha pequena, minha Lua. E no meio de tantas lagrimas eis que a porta do quarto se abre e escuto a voz mais doce se aproximando de mim.
            - Arthur?! O que tá acontecendo?
* * *
Continua...

22 comentários:

  1. maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiisssssssssssssssssssssssssssss



    PELOOOOOOOOOO AMORRRRRR DE DEUSS TOOOO AMANDOOOOOOOO

    ResponderExcluir
  2. aainw que liindo ' posta mais,mas não acba com isso não ! Ta lindo os dois juntos novamente,deixa eles assim

    ResponderExcluir
  3. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHH... morrendo em 3,2,1...
    Nana esse post foi perfeito, essa web é perfeita.
    Por favor, preciso, ou melhor, necessito de mais capítulos...

    ResponderExcluir
  4. Ahhh morri....Te amoo Nana F
    Posta mais
    O.o

    ResponderExcluir
  5. OMG!Que capítulo lindoooo
    Véiii essa web é perfeita,morri. *---*

    ResponderExcluir
  6. .+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  7. Que lindo genteee que lindo eu esperei 177 capitulos pra isso acontecer essa WEb foi a melhor que eu já lí Nana você vai fazer outra web neh ? Espero que sim por que se não vou sentir muita falta

    ResponderExcluir
  8. Nana vc quer me matar? Q história linda,estamos precisando de homens igual o Arthur aqui né? Celly posta mais,Please?

    ResponderExcluir
  9. Nana, essa tá no meu Top 5 das melhores Web's se você estudasse mais um pouco as palavras e tudo mais poderia escrever um fic pro FanFic Obsession e entrar nas mais lidas por que você não tenta? Seria épico ;)

    ResponderExcluir
  10. q lindo! Realmente, valeu a pena esperar 177 cap. pra acontecer! é Perfeita essa web! posta mais!

    ResponderExcluir
  11. Foi muito linda a 1ª vez dela
    Essa web a cada dia fica melhor
    Posta mais

    ResponderExcluir
  12. #LuArDay veio com tudo amei,amei,amei posta mais logo Nana

    ResponderExcluir
  13. MEU DEUS !! Esta web é liinda !! Posta maiis ((:
    #LuArDay

    ResponderExcluir
  14. MEU DEUS,vc vai postar mais ne POR FAVOR
    MAISSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  15. Bom, acho que pelos comentários tô perdoada pela demora... kkkkkkkkkk
    Quanto a mais capítulos, tá acabando. Amanhã acho que será nossa despedida. Nem acredito nisso =/

    ResponderExcluir
  16. Aii meu deus faz outra web, você escreve muito bem e não deixa agente na mão

    Pelo Amor de deus faz outraaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  17. chorando .... cara foi perfeito o capitulo Nana

    ResponderExcluir
  18. Ñ acredito ki ta acabando =/ To amando demaiisessa web ... NANA Minha flor faz 2° temporada plix suas leitoras nessecitão

    ResponderExcluir