05/07/2012

"My first love"


Capitulo 119 e 120


            Depois de digitar enviei com o maior prazer a seguinte mensagem:

“Pra pedir desculpas, não precisa ofender os outros,
assuma os seus erros. O Arthur não se conforma
porque na verdade não me perdeu, estou com ele agora,
e provavelmente minha noite vai ser longa.”

            - Prontinho, pode ler agora – falei entregando o celular com a mensagem que Matheus me mandou pro Arthur ler.
            - Desgraçado, ainda quer sair com você? Eu vou matar esse cara – ele quase se levantou, mas eu o puxei e conseguir fazê-lo se sentar novamente.
            - Agora leia o que eu mandei como resposta – mudei para a mensagem enviada e entreguei o celular novamente pra ele – Acho que você vai gostar.
            Ele lia com uma cara de confuso. Era engraçada a reação dele. Comecei a rir, e ele logo fechou meu celular e me encarou.
            - Não te perdi não foi? Gosta de ficar comigo não é? – ele falava vindo pra cima de mim com cara de safado – E então nossa noite vai ser longa? Acho que não aguento esperar até lá não.
            Mal pude pensar em responder alguma coisa e ele já selava meus lábios com um beijo. Ai que saudade dessa boca! Era um beijo calmo, carinhoso, mas que encaixava nossos lábios perfeitamente. Parecíamos moldados um pro outro, era mágico o momento.
            Como aproveitei aquele beijo, minhas mãos percorriam nas costas dele, que ainda se encontrava sem camisa, enquanto ele se apoiava em um dos braços tirando o peso de cima do meu corpo, e com a outra mão, segurava minha nuca entrelaçando os dedos no meu cabelo. Continuamos assim, e só separávamos os nossos lábios pra poder respirar dando selinhos e beijos no pescoço.
            Voltamos a nos beijar e ele foi descendo sua mão do meu pescoço para a lateral do meu corpo, indo até minha cintura e voltando. E então ele se virou de costas pra cama me puxando pra cima dele sem parti o nosso beijo. O clima estava esquentando, eu meio que me sentei em cima dele colocando uma perna de cada lado, sem maldade, apenas buscando uma posição confortável.
            Passei as mãos pelos cabelos dele e acho que encostei no olho machucado, pois ouvi um leve gemido de dor abafado pelo beijo. Desculpei-me indo até o lugar e enchendo de beijinhos.
            - Se eu soubesse que o tratamento iria ser assim teria deixado ele me quebrar inteiro – ele falou sussurrando, não me aguentei e sorrir.
            - Seu bobo! – respondi voltando a beija-lo.
            - Você me deixa bobo – falou entre selinhos, e virou novamente por cima de mim.
            O mundo pra mim poderia acabar naquele momento, quando então fomos interrompidos por...
* * *

Capitulo 120

            O mundo pra mim poderia acabar naquele momento, quando então fomos interrompidos por um toque de celular.
            - É o meu – falei tentando sair debaixo do Arthur, mas ele não deixava.
            - Vai ser aquele idiota querendo estragar nosso clima – ele não parava de me beijar nem saia de cima de mim, até que o celular parou.
            Continuamos curtindo o momento, mas nem demorou muito. Dessa vez era o celular dele.
            - Thur para vai, olha ai quem é, garanto que não vai ser o Matheus te ligando – falei cortando o beijo e o empurrando de cima de mim.
            - Tá bom – ele levantou pra pegar o celular e fez uma cara tensa – Seu irmão.
           
            Ligação ON
            A: - Fala cara.
            P: - Arthur cadê minha irmã hein?
            A: - Tá aqui comigo, por quê?
            P: - Ela pode me atender? Não é nada só preciso falar com ela.
            L: - Oi Peu.
            P: - Mocinha por que você não atende seu celular hein? Te liguei e caiu na caixa.
            L: - Eu vi tocando, desculpa não deu pra atender.
            P: - E não deu pra atender por quê? Posso saber ou é perguntar demais – apesar do interrogatório ele não demonstrava está nervoso, apenas curioso.
            L: Claro, eu fui ao banheiro e deixei o celular aqui no quarto, Arthur viu tocando, mas nem quis olhar quem era pra atender.
            P: - No quarto? Vocês estão no quarto – ele começou a ficar tenso.
            L: - Sim Peu, estamos no quarto, deitados na cama assistindo nada, porque o Arthur não para em um canal só.
            P: - A tá. Só achei estranho, mas tudo bem.
            L: - Sim, e você me ligou por quê?
            P: - Na verdade seu ex namoradinho me mandou uma mensagem intrigante e depois me encaminhou uma sua enviada pra ele, achei estranho.
            L: - Sabia que ele ia tentar alguma coisa. O que ele te disse antes?
            P: - Não, ele falava pra eu tomar cuidado, que do jeito que as coisas iam eu ia ser titio em breve, que o Arthur estava te influenciando, enfim, coisas estranhas.
            L: - Ai! Como diria a Soph, como é difícil ser eu. Relaxe e vá curtir sua noite coma Gabi hoje. Juro que não vou te dar sobrinhos ainda – o Arthur fez uma cara de desespero com esse meu comentário que não me aguentei e comecei a rir descontroladamente.
            P: - Confio em você, mas não fica dando conversa para aquele retardado. E que risada toda é essa? Comeu palhacito?
            L: - Não, a cara... A cara do Arthur... – eu ria alto – A cara do Arthur quando eu falei em sobrinhos, muito engraçada.
            P: - Tá certo então. Cuide desse cara ai direitinho, mas sem exageros tá?! Vai voltar pra casa hoje?
            L: - Pode deixar que eu cuido sim. Acho que vou ficar por aqui mesmo, a Soph tá vindo pra cá também, vamos ficar colocando os papos em dia e aproveitando minha noite longa – comecei a sorrir.
            P: - Tá bom, pode deixar que eu aviso a minha mãe. Beijos, qualquer coisa liga.
            L: - Tá certo. Beijo e aproveite.
            P: - Tchau.
            L: - Tchau.
            Ligação OFF

            - Posso saber que parada estranha é essa de sobrinhos? Quero rir também – Arthur falava me puxando pra perto dele.
* * *
Continua...

17 comentários:

  1. Maaaaaaaaaaaaaaaaaais , !!!!!!!!!!!!!!!!!!
    eu nãao voou durmiir aa nooite !
    Pooor Favooooooooooor Nanda !
    mais um , ee faz ele ter a primeira noite delees ! poooor favoooooooor !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E verdade nada não deixa a gente sem dormir não vou sonhar com isso kkkkkkkkk só mais uma por favoor :(

      Excluir
  2. Oh meu deus.. Por favooor, posta maais ! Preciso de mais ! kk' sobrinhos ! kkk' Posta, posta !!! Pooor Favoooooor !

    ResponderExcluir
  3. Pelo amor de deus...Posta mais Nanda so mais um e faz eles passar a noite juntos!!!!!!POR FAVOR

    ResponderExcluir
  4. Nana você é parente da Celly? as duas tem o F no final, Nana F e Celly F...

    ResponderExcluir
  5. Mais só amanhã!!! kkkkkkkk
    Digamos que vem uma série de capítulos bons ai. Pra compensar os tristes!
    Maile, não sou parente da Celly, Nem tinha prestado atenção nessa coincidência kkkkkkk
    Beijinhos amorecos! @NanaFLuAr

    E não se esqueçam: COMENTEM SEMPREEE, é a unica forma de saber se estamos agradando!

    ResponderExcluir
  6. Olá coloca mais uns 2 capitulos hoje e ela não vai viajar não neh?

    ResponderExcluir
  7. poe eles juntos de novo vai -
    e essa pegação deles vai e volta -
    parece até io-io kkk -
    posta mais -
    ta muito boa -

    ResponderExcluir
  8. adorooo sua web,to curiosa pro proximo capitulo...parabens

    ResponderExcluir
  9. Posta mais
    Essa web ta simplesmente demais,e impossível não agradar

    ResponderExcluir
  10. Posta mais essa web é muito parecida com a musica Eu e Você da Manu Gavassi se analisar direitinho olha essa parte:

    E Até posso tentar ser só uma amiga
    Mais não vai adiantar se vc não se liga
    QUE É SÓ VOCÊ PARAR DE TENTAR CONCERTAR O QUE FICOU PARA TRÁS EU NÃO QUERO LEMBRAR
    QUE É SÓ VC PARAR DE ME TRATAR TÃO EU TO TENTANDO TE ESQUECER MAIS TODA VEZ QUE EU TE VEJO ESQUEÇO O PORQUE

    ResponderExcluir
  11. Posta mais por favor euu too mt curiosa Parabéns pela web tá mt boa

    ResponderExcluir