04/08/2012

"A Bela e a Fera"


Capítulo 12 e 13


POV- Arthur

Os dias foram se passando, e eu cada dia sonhava mais com a Lua. No dia da minha cirurgia, recebi uma visita que eu não esperava, mas que foi capaz de tirar lágrimas do meu olho.

Na poltrona de couro do enorme quarto branco do hospital sentou-se meu pai.

“PAI?!” Falei surpreso.

Ele não falou nada. Pensei que estava tendo mais uma alucinação, mas quando o homem de meia idade levantou-se e andou até a beira da cama, tive certeza que estava acordado.

“Oi Arthur.” Ele falou, após um tempo.

Não trocamos palavras, apenas alguns olhares, que, para mim, significaram o mundo. Naquele dia, fiz minha cirurgia, doparam-me fortemente.

Houve um momento que eu acordei, ainda tonto por causa da anestesia. Ao abrir meus olhos, vi um vulto loiro, cujo formato eu jamais me equivocaria, era a Lua, que visitava-me naquele dia.

“Arthur, volta a dormir.” Ela falou, passando a mão no meu rosto e beijando-me levemente na bochecha.

Adormeci ao receber aquele gesto. Quando acordei, dessa vez completamente lúcido, chamei a enfermeira.

“Alguém esteve no meu quarto enquanto eu dormia?” Perguntei, fazendo o maior esforço para falar possível.

“Desculpa Sr Aguiar, ninguém estivera aqui.” Ela respondeu.

“E meu pai?” Perguntei.

“Voltou ao trabalho.” Ela disse. “Volte a dormir, você ainda está muito fraco.” Acrescentou a robusta enfermeira.

Virei minha cabeça, para que ela não visse minha cara de infelicidade. Tive que concluir que a Lua que visitara-me fora mais uma alucinação. Ao fazer isso vi algo que me fez sorrir.

Capítulo 13

POV- Lua

Decidi visitar o Arthur num dia que eu sabia que o hospital estaria vazio. Com a ajuda da Rose, empregada dele, entrei sem ser vista.

Quando fui no quarto dele, não pude evitar observá-lo. Como eu conseguira me apaixonar por um canalha como ele? Eu sabia que no fundo daquele garoto arrogante, vivia um menino carinhoso.

Eu havia posto uma caixa de chocolate, cuja marca era a mesma que nós sempre dividíamos na casa dele, quando vi que ele acordara.

“Arthur, volta a dormir.” Pedi. Caminhei até a cama dele, passei a mão em seu rosto, que estava mais magro que o normal, beijei-o a face e sai.

Depois daquele dia, Rose contou-me que o pai dele fora visitá-lo, que ao acordar ele perguntou se alguém o visitara e que ficara numa felicidade imensa ao ver os chocolates que eu deixara de presente.

Sempre que eu vi a Rose nós conversávamos. Um dia ela me perguntou sobre a faculdade, e eu respondi:

“Ah Rose, não consegui passar na federal e a particular, que eu passei, não tenho dinheiro para pagar.”

“Lua, que pena. Você tentará novamente?” Perguntou-me.

“Não sei...” Respondi.

Dias depois, recebi uma ligação de uma das melhores particulares do país. A faculdade disse que eu ganhara uma bolsa de estudos. Com isso, mudei-me para a cidade dessa faculdade, determinada a achar o amor da minha vida.

POV- Arthur

Ao meu lado, encontrava-se uma caixa de chocolate, que eu acreditava ter sido enviada pela Lua. Após muitos dias, resolvi perguntar como ela estava para a Rose, essa respondeu-me:

“Ela está bem.” Rose respondeu-me vagamente.

“Já foi para faculdade?” Perguntei, curioso e imaginando se um dia eu iria também.

“Não. Ela não conseguiu passar na federal e a privada ela não tem dinheiro para pagar.” Rose comentou.

POV- Lua 
----------------------------------------1 ano depois---------------------------------------------

Eu já estava a um ano na faculdade. Fizera amizades como jamais pensei que teria. Sophia, Mel, Carla, Micael, Chay e vários outros viraram minha nova família.

No primeiro dia dos calouros na faculdade, fizemos um baile de máscaras. Como trote, eles seriam obrigados a pagar a despesa da festa.

Tudo ocorria muito bem, até que um dos valentões da minha turma decidiu implicar com um calouro. O que ele fazia parecia mais um bullying que brincadeira. Todos pareciam achar aquela cena deplorável maravilhosa.

“Pare!” Eu gritava, mas meus gritos e pedidos pareciam ser abafados pela gritaria que excitava a brincadeira.

Por fim, um garoto moreno, de ombros largos, mascarado, trajando um terno muito bonito, interviu.

Meu colega começou a bater nele, mas o menino conseguiu defender-se dando uma surra nele, mas saindo com o nariz sangrando.

“Você está bem?” Perguntei, puxando-o pelo braço.

 “Estou.” Ele falou, virando-se.

“Deixe-me ajudá-lo com seu nariz.” Eu disse, puxando-o em direção à enfermaria.

O menino agradeceu. Ao chegarmos à mini enfermaria, percebi que ele não era da minha turma. Após ajudá-lo com o nariz quebrado, notei nos olhos dele.

“Você me parece muito familiar. Nós já nos conhecemos?” Perguntei.

Os olhos dele lembravam-me muito o Arthur, o corpo estava diferente, mas quem sabe o que aconteceu após um ano? Eu sabia que ele havia se recuperado... Quando o menino respondeu qual era o nome dele....

Continua...

21 comentários:

  1. Awwwwwwwn que LINDOOOOOOO. Posta maais !!

    ResponderExcluir
  2. Amanda que morrer? Termina o capítulo assim? Como podes fazer isto comigo? Credo, to me sentindo mal aqui. Sabe que tu serás presa, por fazer suas leitoras morrer de CURIOSIDADES aqui no outro lado da tela do computador.. Eu to com vontade de te esganar! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bora mandar a Amanda para cadeia! Uma coisa dessa não se faz u.u

      Excluir
    2. kk. Verdade ..Amanhã sairá nos Jornais que Amanda Baldi matou setenas de fãs de Rebeldes por escrever uma web e deixou seus fãs ansiosos! (viajei aqui na ideia)

      Excluir
    3. Nao façam isso... eu gosto de ser livre e poder escrever webs kkkk beijos Amanda (@CronicaDaAmanda)

      Excluir
    4. Amanda você vai pegar prisão perpetua , por você ser o motivos das mortes ! kk ! Parabens ,,, posta só mais um hoojee por favorzinhoooo

      Excluir
  3. O Amanda num me tortura assim não, posta mais hoje, concordo com a Brubs.

    ResponderExcluir
  4. posta mais por favor !!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. posta maisssssssssssssss

    ResponderExcluir
  6. Amanda posta mais tá muito bom se puder postar mais podia seria ÓTIMO

    ResponderExcluir
  7. Muito bom!! Será q é Arthur ?? haha' Quero mais!!

    ResponderExcluir
  8. POSTA MAIS HOJE! estou super curiosa.Vc escreve muito bem parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Quero mais, não aguento ficar sem!!

    ResponderExcluir
  10. continua pelo amor de Deus!É muuuuuito perfeita as suas webs

    ResponderExcluir