03/08/2012

"Minha História"


Capítulo 19 e 20


Dias depois, enquanto Mel estava em casa, faltou luz, e inesperadamente ela e a mãe dela tiveram uma conversa interessante.

A menina, finalmente, comentou que estava gostando de alguém, e a mãe dela deu algumas dicas, as quais ela pôs em uso no dia seguinte.

Após contar que tivera, antes do pai dela, duas paixões, a mãe da Mel contou a respeito delas. Em um dos casos ela gostava do menino, mas como jamais dizia que gostava dele, acabou perdendo-o, já que o mesmo passou a namorar uma colega dela, e depois disso ficou com uma amiga dela.

A segunda paixonite era um menino muito tímido, amigo do irmão dela, que uma belo dia ela deu um selinho nele, após esse ato, ele jamais voltou a falar com ela. Por fim, a mãe da Mel explicou que ficar guardando a paixão para si não adiantava de nada, mas que, como o menino parecia ser relativamente tímido, não adiantava tomar nenhuma atitude brusca, era necessário dar a entender que estava interessada e esperá-lo agir.

Ao chegar no colégio, Mel sentou-se em cima da mesa do Suede, visando que ele fosse obrigado a falar com ela ao chegar na sala de aula. O menino cumprimentou todas as meninas, dando um aperto de mão.

“Que coisa mais chata essa mania sua e do Diego.” Comentou Mel.

“Que mania?” Perguntou Suede.

“De apertar a nossa mão para cumprimentar. Conheço vocês a mais de um ano, não precisamos de tanta formalidade.” Mel explicou.

“Como você prefere então?” Ela perguntou.

“Que nos deem um beijo na bochecha ao chegar.”  Mel explicou.

Suede inclinou-se, deu um beijo nela e disse:

“Satisfeita?”

“Não.” Ela disse e riu. Lua, que estava com ela, juntamente com Carla, olharam-na surpresas.

O menino então...

Capítulo 20

Suede saiu, olhando para Mel como se essa fosse maluca. As amigas dela riram da atituda da amiga, que falara a tal frase sem pensar.

A morena decidiu que faria uma espécie de “plano” para esquecer o garoto, porém esse não teve grande sucesso.

O plano baseava-se na ideia que ela ficaria com um menino a cada uma das quatro festa que fosse. O primeiro garoto com quem ela ficou foi o Bernardo, cujo mesmo chamou-a para ir ao cinema.

Quando ao filme, pode-se dizer que ela não lembrava-se muito bem, apenas que não achara-o muito interessante.

Na segunda feira, durante a aula de física, ela conversou com Jhulie a respeito da situação.

M: Leve impressão que eu estou MORRENDO de arrependimento.

J: Tu diz que se arrependeu, mas está claro que você curtiu.

M: Claro! Perdi uma calorias kkkk! Ah tipo, ele é legal, beija bem, tem pegada, mas sei lá... Eu desejava que fosse outra pessoa.

J: Investe nessa outra pessoa ué.

M: Eu vou, se não conseguir esquecer ele... Lembra? Mais três garotos ainda...

Continua...

4 comentários: