05/08/2012

"My first love"



Capitulo Especial 3 e 4


            Sim, tudo o que ela não precisava naquele momento era reencontrar aquele passado triste dela.
            - Calma Luinha. Paz! – ele falou levantando as mãos como se estivesse se rendendo.
            - Cla.. Claro desculpa! É porque eu realmente me assustei, não esperava encontrar você aqui e... – ela estava nervosa com a possibilidade mínima de Arthur aparecer naquele lugar e ter confusão, quando ele a interrompeu.
            - O tempo passou e você com a mesma mania de tentar se desculpar em tudo. Relaxa! – ele interrompeu-a se mostrando bem tranquilo e a vontade com toda aquela situação.
            Ele começou a conversar com ela assuntos banais quando se sentou a mesa em que Lua já se encontrava. Como o mesmo não demonstrou em momento algum desrespeito por Lua, afinal o mesmo sabia do seu casamento, Lua não teve como manda-lo se retirar daquele lugar. Afinal ela não era mais nenhuma adolescente indefesa de 15 anos de idade.
            O que ela não esperava é que em meio aquela conversa que mal tinha começado Arthur surgisse um tanto quanto furioso.
            - Pelo visto achou companhia para o almoço não é meu amor? – Arthur falou em tom de deboche, mas ainda educadamente.
            - Arthur, relaxa ai, só a encontrei aqui sozinha e vim falar com ela. Já estou de saída. – Matheus se levantava e se retirava do local antes de gerar confusão.
            Lua ainda se encontrava em choque. Falar que não era nada do que o Arthur estava pensando poderia sair parecendo clichê, mesmo sendo verdade. Então a mesma resolveu esperar ele se manifestar.
            - Não vai falar nada? – ele se pronunciou brincando com as chaves nas mãos, sem encara-la, mas já sentado na cadeira ao lado da dela.
            - Eu tentei te ligar, você não me atendeu... – Lua falava baixo e quase engasgada – Eu queria te pedir desculpa  por hoje mais cedo.
            - O celular ficou no carro, quando tentei te retornar o seu estava desligado. – ele respondeu seco.
            - Descarregou.
            - O que esse cara estava querendo aqui? – ele não aguentou e resolveu esclarecer logo aquele assunto, já imaginando que Lua não falaria por livre e espontânea vontade.
            - Thur, eu fiquei aqui perdida em mil pensamentos, pensando na besteira que te falei mais cedo, ele apareceu do nada e começou a conversar. Foi só isso. – Lua falou rapidamente, mas um pouco aliviada em está tudo calmo naquele dialogo.
            - Ok! A gente ainda não pode escolher com quem vai encontrar – ele falou encarando-a – Mas seria demais se eu te pedisse pra ficar distante dele se ele aparecer novamente?
            - Não. – Lua respondeu deixando um sorriso surgir em seus lábios e completou – Desculpa vai?
            - O que você me pede com esse sorriso lindo que eu não obedeço hein? – ele se aproximou do rosto dela fazendo carinho e selando os lábios, mas logo se separou – Ah! E da próxima vez que resolver mexer no meu passado, lembre-se que o seu também te condena.

- Flash Back OFF -

            E por falar de passado, existiu também Thiago, mas esse nunca foi problema pra eles. Certo que enquanto moravam no Rio ainda o Arthur se matava de ciúmes toda vez que encontravam com ele, ou que Lua o encontrava quando estava  sozinha.
            Ele sempre foi tranquilo, aceitou numa boa o final do relacionamento e ficou até mesmo feliz por ela ter se reconciliado com o seu grande amor. Depois que retornaram pra São Paulo, se quer souberam noticias dele.
            Continuando essa história, acho que é melhor deixar que eles narrem...
* * *
Capitulo Especial 4

POV Arthur

            Bom, agora eu me considero o homem mais realizado do mundo. Depois de tanto tempo lutando pra reconquistar a Lua, depois de tantos problemas, casar-me com ela foi tudo o que eu mais desejei. A necessidade de está sempre junto, de chegar em casa e poder encontra-la, de poder dormir abraçada sentindo o cheiro dela, são coisas que nem mesmo o tempo e a rotina me fez desejar menos.
            Lua, minha pequena, sempre muito delicada chegava em casa sempre com aquele sorriso lindo me falando sobre as crianças com quem ela lidava todos os dias no hospital. Quando ela chegava tensa, logo eu sabia que alguma daquelas criaturinhas não estava bem. Com o nascimento de Lara, filha de Peu e Gabi, meu lado paterno foi despertado também. Impressionante como aquela pequena menina foi capaz de me fazer ficar com inveja de Peu.
            - Amor, eu acho que tá na hora da gente encomendar um priminho pra Lara – falei abraçando-a.
            - Thur, não sei se tá na hora ainda, a gente tá juntinho agora, curtindo ainda o casamento, eu trabalho o dia inteiro, você também. Acho que a gente deve esperar mais um pouco – ela falava irredutível, se afastando logo de mim.
            - Ei pequena, calma! Se você não quer eu entendo, mas não precisa fugir de um simples abraço. – dei uma de ofendido, sabia que ela não resistiria muito tempo a isso.
            - Desculpa?! – ela pediu voltando a me abraçar – Só tenho medo de que a gente se adiante demais. Vamos deixar acontecer.
            Depois daquela conversa eu sabia que não seria fácil convence-la de engravidar. Ela se entregava ao trabalho de certa forma que não conseguia se ver distante daquilo. Era um desejo meu, mas eu tinha que respeitar a vontade dela.
            Dois meses se passaram e nossa rotina continuava da mesma forma. Não que isso me cansasse. De forma alguma. Tê-la em meus braços todos os dias era magico, era sempre como se fosse o primeiro, era sempre com paixão, era sempre único.
            Numa terça feira em especial, Lua saio pra trabalhar mais cedo que o normal, eu achei estranho ela nem ter me acordado. Imaginei alguma emergência no hospital e resolvi que assim que chegasse a empresa ligaria pra ela.
            LIGAÇÃO ON
L: - Alô!
A: - Bom dia minha pequena!
L: - Bom dia meu amor! Desculpa ter saído sem falar com você, mas você estava dormindo tão lindo que fiquei com pena.
A: - Faz mais isso não. Fiquei preocupado e com saudade.
L: - Thur, como você tá com saudade se a gente passou a noite inteira juntos?
A: - Pois é, mas desde a hora que eu dormir não te vi mais.
L: - Manhosooo – risos – Mas mesmo assim me encantando sempre com essas suas manias!
A: - Sim, mas por que foi trabalhar mais cedo hoje? Algum problema ou foi saudade das suas criancinhas?
L: - Apesar da saudade das minhas criancinhas, foi só um adiantamento no meu horário de plantão mesmo, devo sair um pouco mais cedo pra compensar, mas nem sei ainda.
A: - Um dia quero ter saudade das minhas criancinhas quando sair pra trabalhar também.
L: - Meu príncipe... calma, tudo tem seu tempo.
A: - Eu sei, só pensei alto, desculpa.
L: - Não precisa pedir desculpas. Chega no mesmo horário hoje?
A: - É, já que minha pequena não vai almoçar em casa, eu devo ficar por aqui mesmo e as 19 eu devo está em casa.
L: - Ok então. Te espero.
A: - Beijo minha pequena.
L: - Beijo príncipe.
LIGAÇÃO OFF

POV Lua

            Tá ai uma coisa que nunca mudaria. Arthur seria sempre meu príncipe. Toda aquela vontade dele de ser pai, só me deixava com uma certeza, seria o melhor de todos. Resolvi naquele dia mesmo que ele sugeriu “encomendarmos” um primo pra Larinha, parar o uso de remédio, mas nem falei nada, não queria alimentar uma ansiedade nele, pois sei que quando se faz uso de anticoncepcionais por algum tempo pode ser difícil conseguir engravidar de imediato.
            Após o primeiro mês sem prevenir e tendo as noites mais prazerosas da minha vida, vi que não tinha conseguido ainda. Mas agora no segundo mês, quase terceiro eu estava atrasada. Nada que confirmasse, mas o suficiente pra ter a suspeita. Decidir não falar nada com Arthur seria alimentar demais a esperança dele pra depois vê-lo decepcionado.
            Decidi então que entraria mais cedo aquele dia no hospital, assim poderia adiantar meus atendimentos e conseguir uma pequena folguinha pra um rápido exame de sangue. Não queria que fosse feito no laboratório do hospital, minha queridíssima cunhada Mel trabalhava lá também, e eu não queria que ninguém suspeitasse de nada.
            Conseguir um intervalo entre alguns atendimentos devido a uma paciente que teve alta e foi ai que me dirigir até o laboratório mais próximo. Após feito era só esperar. No final da tarde mesmo já teria o resultado disponível. Passei o dia inteiro ansiosa, verificando se o resultado já estava disponível pela internet durante todo o dia. Assim que o vi disponível gelei.
* * *
Continua...

25 comentários:

  1. Ai Meu Deus não faz isso comigo não,será que ela ta grávida? Posta Mais !!!

    ResponderExcluir
  2. MAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIS

    ResponderExcluir
  3. ela tem que ta gravida ,posta maiiiiiiiiis

    ResponderExcluir
  4. Posta logo por favor. Muito curiosaaaa

    ResponderExcluir
  5. morrendo em 3,2,1... posta por favor!!! se não eu rencarno e morro de novo!!!

    ResponderExcluir
  6. aaaaaaaa, maisssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  7. Eu acho que ela não tá gravida. :((

    ResponderExcluir
  8. Maaaaaaaaaaaaais pleeeeeeeeease hahahaha

    ResponderExcluir
  9. Posta mais antes q eu morra aqui em casa
    "Celly pf posta mais um capitulo da web da Nana hj,pq se ñ a conta do meu caxão vai pra sua casa"
    Posta maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais

    ResponderExcluir
  10. Aaaaaaaaa isso ta melhor que eu esperavaaaaa!! Preciso de mais...

    ResponderExcluir
  11. Maaaaais,web + que perfeita '-'

    ResponderExcluir
  12. posta maissss,pelo amor de deus!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. MAAAAAAIS , PELAA MÔOOR DE DEEUS !
    EEE ELLA TEEM QQ ESTAR GRÁVIDA POOOR FAVOOOOOOOOOR !

    ResponderExcluir
  14. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!
    Ansiedade modo ON..KKKK
    Posta +, Urgentemente.

    ResponderExcluir
  15. posta mais pelo Amor de Deus, super ansiosa

    ResponderExcluir
  16. Do jeito que a nana é mal ela não deve estar mais espero muito que ela esteja o Thur vai ficar tão feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou mal??? Imaginaaaaaa kkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  17. maisssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++sssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  18. Eles tem quanto tempo de casados? Se é que já estão casados.

    ResponderExcluir