01/08/2012

Sophia Abrahão revela tudo sobre as gravações com Dulce María!


Semana passada, Dulce María passou três dias gravando uma participação muito especial na versão brasileira de “Rebelde”, da Record. Ela se divertiu muito ao lado de Sophia AbrahãoLua Blanco e Mel Fronckowiak, em cenas gravadas no Rio de Janeiro, que incluíram até um passeio de helicóptero!

A eterna Roberta do RBD conquistou as meninas do Rebeldes brasileiro com sua simpatia e simplicidade. Conversamos com Sophia Abrahão sobre essa experiência super legal e os detalhes da participação de Dulce María em “Rebelde” vocês conferem abaixo!

Primeiras impressões


"Foi incrível! A gente não sabia o que esperar, porque não a conhecíamos. Enfim, sempre tem aquela expectativa, aquele gelo a ser quebrado no começo. Ela foi de cara muito gente boa com a gente. Eu já tinha a conhecido no ano passado no Meus Prêmios Nick, mas foi muito rápido, foi um "oi" só. E dessa vez pude conversar mais com ela, ela é uma fofa, uma querida, não tinha nenhuma frescura, exigência. Foi muito bom gravar com ela."

Brincadeiras nas gravações


"A gente ficou ensinando umas besteiras pra ela em português e ela ria muito. Não tinha vergonha, não. Ela é engraçada. A gente ensinava a pronúncia de Pão de Açúcar, porque ela falava igual em espanhol, ‘pau de açúcar’. E a gente ria muito da cara dela e ela também se divertia com a gente."

Detalhes da participação em "Rebelde"

"Ela vai vir como Dulce María mesmo, como cantora e atriz de sucesso. Ela vem pra estimular ainda mais a banda [Rebeldes], pra ver como a gente toca, vai ser muito divertida a participação dela. Fora que as meninas fazem um passeio sensacional com ela pelo Rio de Janeiro. Imperdível!"

Passeio de helicóptero pelo Rio de Janeiro

"Foi a primeira vez que andei de helicóptero, num momento tão especial, foi muito bom. As cenas do helicóptero foram muito engraçadas. Ela [Dulce María] tem um pouquinho de medo de voar, só que a gente começou a gritar tanto, eu, Mel e Lu, para infernizar a cabeça do piloto do helicóptero. A gente tinha um fone de comunicação direta com o piloto, ele enlouquecia. Ela acabou se distraindo e no final estava gritando também. Ela nem sentiu medo!"

Conversa de bastidores

"Ela conhecia a gente, tinha ouvido algumas músicas, mas acho que a novela ela não chegou a ver. Espero que ela goste, é um pouco diferente do ‘Rebelde’ do México, a trama. Falamos do México, da Cidade do México onde ela mora e deu muita vontade de ir pra lá. Eu queria muito fazer um intercâmbio no México."

Troca de experiências

"Falamos mais de trabalho, de como é a rotina dela, com esse negócio de cultura, das experiências dela, de quando era uma 'Rebelde'. Eles trabalhavam muito, igual a gente. É engraçado ouvir de uma pessoa que passou quase a mesma coisa que a gente, lógico que eles tiveram uma carreira internacional. É bem legal ouvir conselhos de quem já passou por isso. Ter calma, ter paciência, não brigar com ninguém. Ela disse e eu repito, a gente é como irmão, e as vezes a gente acaba falando mais do que devia, porque tem uma intimidade muito grande. Ela passou que temos que zelar muito um pelo outro, porque a gente se ama, somos é tipo irmãos mesmo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário